Tecnologia: Hackers do Exército Eletrônico da Síria invadiu o site oficial do Exército os EUA.

Hackers do Exército Eletrônico da Síria invadiu o site oficial do Exército os EUA.
Hackers do Exército Eletrônico da Síria invadiu o site oficial do Exército os EUA.

 

 

O Exército Eletrônico da Síria (SEA na sigla em inglês), grupo de hackers que apoiam o governo sírio invadiu e desconfigurou o site oficial do Exército dos EUA nesta segunda-feira (8) redirecionando-o para uma imagem de promoção do Exército do país do Oriente Médio.

 

 

 

O site do Exército dos EUA, army.mil caiu a partir das 17:10 GMT, mas o SEA deixou uma cópia arquivada da página com a qual a substituiu.
O grupo também aparentemente ganhou acesso a bases de dados internas do site.

 

 

 
O SEA é conhecido por hackear websites pertencentes a organizações que considera críticas ao governo da Síria. Mais recentemente, o SEA hackeou o site em versão para celulares do jornal Washington Post, em 14 de maio.

 

 

 

 

O grupo também anteriormente hackeou e mails de funcionários turcos e sauditas do alto escalão de seus governos. Alega-se no caso da S[iria igualmente ter hackeado smartphones e computadores de rebeldes anti-governo.

 

 

 
Em 2013, o SEA hackeou a conta de Twitter do ex presidente da FIFA, Joseph Blatter, usando-a para postar tweets como “Sua Excelência, o emir do #Qatar tem sido a figura mais generosa que eu conheci mesmo” e “Tenho recomendado sua excelência o príncipe Ali Bin Al Hussein da Jordânia como meu sucessor”.

 

 

 

 
Informações: Da Redação com informações provenientes de Agências Internacionais e da sputinick