Tecnologia: Feteps tem mais de 200 projetos de alunos em ambiente virtual

Feira virtual simula ambiente real com exibição de vídeo e resumo dos projetos – Foto: Divulgação

 

 

Já está no ar a Feira Tecnológica do Centro Paula Souza (Feteps) com 238 trabalhos de estudantes das Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais e de parceiros de instituições estrangeiras. A mostra é online.

 

 

Pelo 12º ano os alunos mostram o aprendizado obtido nos cursos técnicos e nas graduações tecnológicas em projetos de diversas áreas, como artes, sustentabilidade, saúde, gestão e informática.

 

 

 

Os transtornos de ansiedade, mais diagnosticados e estudados a cada dia, são o tema do Aplicativo de auxílio para portadores de TDAH, desenvolvido na Etec Professor José Ignácio Azevedo Filho, de Ituverava. Na mesma linha está o jogo Rita Focus, da Etec Sebastiana Augusta de Moraes, de Andradina.

 

 

A necessidade de inclusão de pessoas com deficiência inspirou alunos da Etec Gildo Marçal Bezerra Brandão, da Capital, a criarem o Sistema inteligente de transporte para deficientes, que propõe sinalização sonora e em braile nos pontos de ônibus. Na mesma linha, Inclusão digital para pessoas paraplégicas, da Fatec Osasco, foi desenvolvido por uma aluna com paralisia cerebral para facilitar a execução de tarefas simples por pessoas com essa condição.

 

 

 

A preocupação com a sustentabilidade está presente no projetoTijolo Ecol, da Etec Professora Carmelina Barbosa, de Dracena, fabricado com resíduos da estação de tratamento de água do município e da casca de coco. Já os estudantes da Etec Prefeito Alberto Feres, de Araras, tiveram a ideia de utilizar o bagaço e as cinzas da indústria da cana-de-açúcar para fabricação de lápis.

 

 

 

 

Outro destaque da feira é o Ignis, um sistema de mapeamento de focos de incêndio atrelado a smartphones criado na Etec de Registro. Também com foco em segurança foi desenvolvido oCapacete IOT, da Fatec Mogi Mirim, que propõe maior proteção ao motociclista por meio de um mecanismo que monitora o indivíduo e aciona socorro em caso de acidente.

 

 

 

Visita virtual

 

 

 

Todos esses projetos podem ser conhecidos por meio de vídeos explicativos, resumos e relatórios, que esclarecem seu conceito e aplicabilidade. A visita à Feteps é orientada por um mapa, como em uma feira presencial.

 

 

 

 

Os projetos serão avaliados e premiados por categorias. A feira online pode ser visitada até dezembro.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da Assessoria de Comunicação do Centro Paula Souza