Tecnologia: Dia do Trabalho 2015 ganha um doodle do Google com ferramentas e luvas.

Tecnologia: Dia do Trabalho 2015 ganha um doodle do Google com  ferramentas e luvas.
Tecnologia: Dia do Trabalho 2015 ganha um doodle do Google com ferramentas e luvas.

 

 

 

O Google homenageia o Dia do Trabalho 2015 com um doodle. Em sua página principal o buscador trocou as tradicionais letras de seu logotipo por luvas de trabalhadores, ferramentas e parafusos em homenagem ao surgimento da data.

 

Saiba mais sobre o dia do Trabalho

 

 

O 1º de maio foi escolhido como Dia do Trabalho ou o Dia do Trabalhador em razão de uma onda de manifestações e conflitos violentos que se desencadeou a partir de uma greve geral. Essa greve paralisou os parques industriais da cidade de Chicago (EUA), no dia 1º de maio de 1886. Para compreendermos os motivos que levaram os trabalhadores a tal greve e o porquê da escolha desse dia como marco de memória, é necessário conhecer um pouco do contexto do período.

 

 

 

No caso específico do Brasil, a menção ao dia 1º de maio começou já na década de 1890, quando a República já estava instituída e começava um processo acentuado do desenvolvimento da indústria brasileira. Nas duas primeiras décadas do século XX, começaram a formar-se os movimentos de trabalhadores organizados, sobretudo em São Paulo e no Rio de janeiro. Entre esses movimentos, também figuravam ideologias como o anarcossindicalismo, de matriz italiana, e o comunismo.

 

 

 

Em 1917, a cidade de São Paulo protagonizou uma das maiores greves gerais já registradas. A força que o movimento dos trabalhadores adquiriu era tamanha que, em 1925, o então presidente Arthur Bernardes acatou a sugestão que já ventilava em várias partes do mundo de reservar o dia 1º de maio como Dia do Trabalho no Brasil. Dessa forma, desde esse ano o 1º de maio passou a ser feriado nacional. Na época do Estado Novo varguista, a data era deliberadamente usada para eventos de autopromoção do governo, com festas para os trabalhadores e muitos discursos demagógicos.

 

 

Da Redação com informações do Brasil Escola