São Paulo – Agronegócios: Edição inédita do AgriFutura reuniu na capital paulista estudantes e profissionais ligados ao setor agropecuário do Estado de São Paulo

AgriFutura – 03 e 04/03/2018

 

Cerca de 2,5 mil pessoas compareceram à primeira edição do AgriFutura, evento com soluções tecnológicas e inovadoras voltadas ao agronegócio, que ocorreu em março no Instituto Biológico, na capital paulista.

 

 

 

Estudantes, produtores rurais e profissionais da área conferiram de perto o que há de mais moderno com a presença de startups apresentando novidades dos órgãos da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo e expondo os resultados de pesquisas desenvolvidas, além de palestras com especialistas sobre diversos temas relacionadas à inovação.

 

 

 

 

Na solenidade de abertura, o secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, destacou que nunca houve um crescimento tão expressivo no setor do agronegócio. “Nas últimas três grandes crises econômicas, o ‘agro’ se manteve em evidência, gerando emprego e renda. Portanto, é preciso investir em ciência e tecnologia nesse setor tão importante para o Brasil. O AgriFutura está contribuindo para isso”, avalia.

 

 

 

 

Durante a cerimônia de abertura, o representante do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para o setor da agroindústria, Rafael Vizeu Mancuso, anunciou a primeira linha de financiamento para internet das coisas, que está em elaboração.

 

 

 

 

“É uma linha de crédito de recursos não-reembolsáveis que deve financiar projetos-piloto de internet das coisas, em que serão gerados relatórios finais. Todo o mercado brasileiro poderá conhecer as melhores soluções tecnológicas para o setor agropecuário e o ambiente rural no Brasil”, afirma.

 

 

 

 

Para João Brunelli Junior, coordenador da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), ligada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento, o AgriFutura permitiu a aproximação de produtores rurais com as novas tecnologias. “O agricultor teve a oportunidade de conhecer as tendências e novidades e avaliar se uma determinada tecnologia é aplicável em sua propriedade”, exemplifica.

 

 

 

 

Público

 

 

 

 

Milhares de pessoas, entre estudantes, profissionais do setor agropecuário e professores compareceram ao evento inédito e se surpreenderam com o alto nível de interatividade, bem como do ambiente convidativo para o compartilhamento de ideias. De acordo com a engenheira agrônoma Carolina Machado, o AgriFutura trouxe muitas novidades técnicas. “O que mais chamou a minha atenção foi a micropropagação de mudas executada pela Cati. A explicação da técnica foi muito didática, com palestras altamente enriquecedoras”, opina.

 

 

 

 

O produtor de café Fernando Jacob classificou o evento como fantástico. “Participei de um evento voltado exclusivamente às novas tecnologias, uma ideia muito interessante. Foram palestras de altíssimo nível e com uma visão bem futurista. Não tenho dúvidas de que algumas soluções ajudarão muito o produtor”, enfatiza.

 

 

 

De acordo com Carlos Henrique Paes de Barros, assessor da Secretaria e coordenador do AgriFutura, a expectativa foi cumprida. “Atingimos uma excelente participação de público e é impressionante a satisfação de quem visitou o evento”, acrescenta. O coordenador também afirmou que, no próximo ano, a segunda edição do AgriFutura deve ocorrer em Campinas.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do Portal do Governo do Estado de São Paulo.