São Paulo – Saúde: Capital Paulista inicia distribuição gratuita de autotestes de HIV

Capital Paulista inicia distribuição gratuita de autotestes de HIV

 

 

A capital paulista passou a ofertar, gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), desde 1°/2, autotestes de HIV. Os kits já estão disponíveis para retirada nos 26 serviços da Rede Municipal Especializada (RME) em infecções sexualmente transmissíveis.

 

O resultado do exame sai em apenas 10 minutos. O passo a passo de como realizar o autoteste está disponível no portal da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). A ideia do município é que o próprio usuário faça o exame e, em caso positivo, dirija-se a alguma unidade de saúde para confirmar o resultado.

 

 

 

Para tanto, o Programa Municipal de DST/Aids firmou uma parceria com organizações não governamentais (ONGs) especializadas em HIV/Aids e com casas de entretenimento adulto da cidade, para que sejam outros pontos de distribuição do autoteste.

 

 

 

Caso o autoteste dê positivo, a orientação é que o usuário procure um dos serviços do RME de mais fácil acesso para realizar o exame confirmatório. Se o novo exame mantiver o resultado, o paciente será encaminhado para vinculação em um dos Serviços de Assistência Especializada (SAE) em DST/Aids para iniciar o tratamento.

 

 

 

 

A pesquisa “A Hora É Agora – SP”, realizada pela SMS, mostrou que o perfil dos usuários que buscaram por autotestes distribuídos na ocasião eram pessoas que não desejavam ir ou que tinham acesso limitado às unidades de saúde. Com os novos kits, os testes se tornarão mais acessíveis.

 

 

 

 

Essa nova ferramenta se junta às outras formas de testagem já disponíveis gratuitamente nos serviços municipais de saúde de São Paulo: testes rápidos, por meio de sangue ou fluido oral, em que o resultado sai em cerca de 20 minutos, além de testes convencionais, também disponíveis.

 

 

 

 

As unidades da RME e as Unidades Básicas de Saúde (UBS) realizam esses exames, sem a necessidade de apresentar pedido médico.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ALESP