Junho Vermelho: Doe Sangue e participe do Junho Vermelho salvando vidas

Doe Sangue
Doe Sangue

 

 

 

São Paulo é responsável por 25% do sangue coletado em todo o país. São mais de 850 mil bolsas por ano. Entretanto, de acordo com a Hemorrede, nos meses de junho e julho, as doações caem cerca de 30%.

 

 

Para motivar a doação e manter os estoques dos bancos de sangue estáveis, a Secretaria da Saúde vai realizar uma série de ações. Uma delas é aderir à campanha “Junho Vermelho”, promovida pelo movimento nacional “Eu Dou Sangue pelo Brasil”. O objetivo é criar a cultura da doação de sangue, reforçar sua importância e torná-la um hábito na vida do cidadão paulista.

 

Junho Vermelho
Junho Vermelho

Além da Secretaria da Saúde, a ação contará também com o apoio das secretarias estaduais de Cultura e Desenvolvimento Social, além da Prefeitura de São Paulo, por meio do Departamento de Iluminação Pública (Ilume).

 

 

 
Os interessados em doar sangue devem comparecer a um dos 120 postos de coleta com um documento original com foto. É preciso ter entre 16 e 69 anos, acima de 50 quilos, estar bem alimentado e evitar ingestão de comida gordurosa nas quatro horas que antecedam a doação. Quanto ao consumo de bebidas alcoólicas, o mínimo necessário é um jejum de 12 horas antes da doação.

 

 
Os prédios da Secretaria da Saúde e do Icesp (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo), além de outros na capital, estarão iluminados com a cor vermelha para lembrar os paulistas da campanha.

 

 

 

 

Fonte: Da Redação com informações provenientes do Governo de São Paulo