Bragança Paulista – Saúde: Demandas e trabalhos realizados na área de Saúde foram  pauta de reunião entre representantes  do Estado de São Paulo e da Região Bragantina

 

Demandas e trabalhos realizados na área de Saúde foram  pauta de reunião entre representantes  do Estado de São Paulo e da Região Bragantina

 

 

A Prefeitura de Bragança Paulista, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, realizou na manhã desta última segunda-feira, (03/06), no auditório do Complexo Integrado de Segurança, Emergência e Mobilidade – CISEM, reunião com a Coordenadoria de Regiões de Saúde (CRS) do estado de São Paulo.

 

 

Estas reuniões entre municípios da região bragantina com representantes da Secretaria de Estado da Saúde é importante pois é uma oportunidade de apresentar as demandas e buscar soluções, além de dar um Feedback para avançar com os pleitos da região, referente à primeira reunião realizada em oito de abril.

 

 

 

 

Dentre as devolutivas apresentadas estão: a diminuição de fila e tempo de espera para início de tratamento oncológico, em que a nova referência para cirurgias e Uro (bexiga, rins e testículos), será o Hospital Brigadeiro e o Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, de Mogi das Cruzes, para radioterapia. Implantação da Regulação da Microrregional, em que já foram iniciados os treinamentos com a equipe do SAMU Bragança. Do mesmo modo, os problemas com as faltas das vacinas DTP, Varicela e Meningo C, preservativos, além das falhas técnicas com os Tablets dos agentes de endemias, foram resolvidos.

 

 

 

Já as demandas referentes às cirurgias eletivas (média e alta complexidade) e ampliação de vagas para exames de imagens e consultas especializadas para o AME de Atibaia, Saúde Mental (UPA 24H e CRATOD) ainda estão sem solução, em que o assunto será discutido na próxima reunião, agendada para o dia 19 de agosto. Da mesma forma, não foram apresentados o conhecimento da fila, o Plano Anual Operativo e a fila interna no CDR (Cadastro Demanda por Recursos), sendo apenas realizada a redistribuição de consultas e exames em maio de 2019.

 

 

 

Também foi solicitado o conhecimento da fila, pedidos de exames sem referência, como Broncoscopia (ainda sem solução), CPRE e Estudo Cardioletrofisiológico do Hospital Universitário São Francisco, em que a fila para cirurgias fosse colocada em CDR, o qual já está sendo executada, com previsão de término para 16 de agosto. A apresentação do Plano Operativo Anual do HUSF ocorrerá no próximo dia (05/06/19), na Câmara Técnica.

 

 

 

Ao término foi discutido a respeito dos medicamentos de alto custo, estratégicos (hepatites) e Fundação para o Remédio Popular (FURP), nos quais ainda faltam os fornecidos pelo Estado, União e FURP. A previsão é de que os medicamentos fornecidos pela FURP sejam solucionados até dia 05 de junho, os do Estado até a segunda quinzena de junho e o da União até a segunda quinzena de julho. Na ocasião, foi criado o Centro Estratégico de Assistência Farmacêutica, com a finalidade de entregar os medicamentos aos municípios, sem a necessidade de ir buscar. O CAF deverá entrar em funcionamento até o mês de agosto.

 

 

 

No uso da palavra, a Secretária Municipal de Saúde, Marina de Oliveira, agradeceu a presença de todos e ainda reforçou a ampliação de vagas de exames e consultas no AME e cobrou uma discussão urgente sobre a Saúde Mental, devido a UPA Vila Davi não conseguir manter o paciente todo o tempo dentro da unidade.

 

 

 

Estiveram presentes a Secretária Municipal de Saúde, Marina de Oliveira, os 11 representantes do Estado, sendo: o Gerente Médico da CROSS, Domingos Guilherme Napoli, o Assistente Técnico do Grupo de Planejamento e Avaliação do CRS SES/SP, Nelson Yatsuda, a Assessora Técnica de Saúde Pública da CVE/CCD/SES-SP, Núbia Araujo, a Coordenadora de Assistência Farmacêutica da SES/SP, Sonia Maria Franchin Silva, a Diretora do Departamento Regional de Saúde de Campinas, Mirella Povinelli, a Diretora de Planejamento da DRS 7 de Campinas, Carla Fortuna, Diretora Técnica do CCPMIS do DRS 7 de Campinas, Maria Silva Bergo Guerra, o responsável pela Área Técnica da Atenção Básica, Arnaldo Sala, a Articuladora da Atenção Básica da DRS 7 de Campinas, Amelia Keiko S. Vasquez, a representante do COSEMS/SP, Solange Moraes e a Diretora da Divisão Regional de Saúde da DRS 7 de Campinas, Fernanda Vasconcelos, Secretários de Saúde da Região Bragantina e servidores municipais.

 

 

Da Redação com informações do DIMP/BP