Virada Cultural de São Paulo 2016: Artistas e produtores podem se inscrever até 2 de março para Virada Cultural 2016

Artistas e produtores podem se inscrever até 2 de março para Virada Cultural 2016
Artistas e produtores podem se inscrever até 2 de março para Virada Cultural 2016

 

 

 

A Virada Cultural, um dos maiores eventos de rua do mundo, recebe até o dia 2 de março as propostas de projetos artísticos e culturais de interessados em participar da sua 12ª edição. Neste ano, o evento será realizado entre os dias 21 e 22 de maio.

 

 

Os interessados podem se inscrever por meio de um formulário específico da Secretaria Municipal de Cultura, que pode ser acessado aqui. As propostas enviadas serão analisadas por uma comissão curadora, cujos integrantes devem ser anunciados em breve. Não serão aceitos projetos enviados por e-mail nem entrega de materiais pessoalmente.

 

 
O objetivo desse chamamento é ampliar ainda mais a diversidade das atividades da Virada Cultural, uma das características mais marcantes do evento. Serão analisadas propostas de qualquer área cultural, como dança, circo, cinema, teatro, artes visuais, gastronomia, espetáculo infantil, cultura popular e artistas de rua, direcionadas para públicos de todas as idades.

 

 
Somente os proponentes dos projetos selecionados serão contatados pela organização do evento.

 

 

 

A Virada Cultural é promovida pela Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, com apoio e adesão de outros parceiros institucionais. Ao longo de sua história, o evento aliou programação diversificada, de qualidade e com acesso gratuito a toda a população.

 

 

 

24 horas de atividades culturais

 

 

 

O objetivo da Virada Cultural de São Paulo, realizada desde 2005, é oferecer à cidade 24 horas ininterruptas de atividades culturais dos mais variados tipos. No ano passado, a 11ª edição do evento apresentou mais de 1.500 atrações gratuitas.

 

 
Uma pesquisa realizada pelo Observatório de Turismo e Eventos da São Paulo Turismo (SPTuris) comprovou aprovação dos participantes da Virada Cultural. A nota geral dada pelo público da edição de 2015 foi de 8,3, sendo que quase 70% dos entrevistados atribuíram notas entre 8 e 10.

 

 

 
O levantamento, que entrevistou mais de 1,2 mil pessoas em 15 pontos diferentes durante o evento, apontou ainda a avaliação positiva do público em relação a aspectos específicos. A infraestrutura geral foi aprovada por 85% dos participantes. Artistas (82%), atrações (81%), sensação de segurança (71%), limpeza (71%) e sonorização (70%) também foram itens avaliados como bons ou ótimos. Os banheiros químicos, na ocasião, tiveram cerca de 50% de aprovação.

 

 

 

Ainda de acordo com o estudo, os estilos musicais preferidos foram MPB (28%), rock (16%) e samba (10%). Os itens que mais agradaram na programação geral foram a música (20%), a cultura popular (17%) e a dança (14%). Em relação à locomoção até o evento, 31% dos entrevistados usaram metrô, 22% utilizaram ônibus e 5%, trem.

 

 
Atrações

 

 
Outro ponto positivo da edição da Virada Cultural de 2015 foi a parceria com a Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial, que levou apresentações de cantores populares a palcos espalhados por diversos pontos da cidade, descentralizando ainda mais o evento.

 

 
Pelos palcos principais, passou uma sucessão de grandes nomes da música, entre eles Lenine, Hermeto Pascoal, Daniela Mercury, Nando Reis, Erasmo Carlos, Alceu Valença, Fábio Jr. e o grupo Ira! Um dos shows mais aguardados foi o de Caetano Veloso, que arrastou uma multidão à Praça Júlio Prestes e encerrou a programação com sucessos como “Sampa” e “A Luz de Tieta”.

 

 
Acesse o formulário de inscrição:

 

 

 

Formulário de envio de projetos artísticos e culturais (artistas e produtores)

 

 

 

 

Da Redação com informações da Secretaria Executiva de Comunicação da Prefeitura Municipal de São Paulo