Segurança: Campanha #FocaNoTrânsito alerta sobre uso de celular ao voltante

Motoristas recebem informações sobre cuidados durante a condução em atividade da campanha realizada pelo Detran.SP

 

Para alertar os motoristas sobre o uso de celular ao volante, a campanha #FocaNoTrânsito está reforçando a mensagem de como essa prática é insegura.

 

 

 

 

Isso porque 94% dos acidentes com mortes são causados por falha humana, como imprudência e distração, de acordo com levantamento do Infosiga SP, banco de dados do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito.

 

 

 

 

 

O diretor-presidente do Detran.SP, Maxwell Vieira, aconselha a deixar o telefone de lado “na hora de dirigir. Temos que nos conscientizar de que com a mudança de comportamento salvamos vidas”.

 

 

 

 

 

A imprudência no trânsito é global. Estudo de 2015 realizado pelo American Automobile Association Foundation for Traffic Safety aponta que ao usar o celular o motorista fica em média quatro segundos sem olhar para a via. A uma velocidade de 90 km por hora, esse tempo é suficiente para percorrer um espaço equivalente a um campo de futebol.

 

 

 

 

Prática ilegal

 

 

 

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) permite o uso do dispositivo apenas quando o veículo estiver estacionado, com o motor desligado. Está liberado também se o telefone for usado na função GPS, desde que esteja fixado no para-brisa ou no painel dianteiro, em suporte adequado.

 

 

 

Multa

 

 

 

A legislação federal ainda considera que falar ao celular enquanto dirige é infração média, punida com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na habilitação.

 

 

 

Já conduzir com apenas uma das mãos por segurar ou manusear o celular é uma infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e inserção de sete pontos no prontuário do motorista.

 

 

 

 

Em 2016, o total de multas aplicadas por uso de celular no Estado foi de 101.388, soma apenas das infrações registradas em perímetro urbano pela Polícia Militar em nome do Detran.SP.

 

 

 

#FocanoTrânsito

 

 

 

A campanha é uma das ações do movimento mundial Maio Amarelo, que visa alertar a sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito. Segundo a Infosiga SP, ferramenta do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito que reúne estatísticas do setor, 94% dos acidentes com mortes são originários de falhas humanas, como imprudência e distração.

 

 

 

 

Fruto de uma parceria entre o Detran.SP, a Artesp e o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, a campanha envolve iniciativas em diversos municípios paulistas usando a hashtag #FocaNotrânsito, com imagens de pessoas fantasiadas de focas em várias situações no tráfego de ruas e avenidas.

 

 

 

 
Da Redação com informações provenientes do Detran