São Paulo – Segurança: Homem suspeito de matar sua ex-mulher no Guarujá é preso

Homem suspeito de matar sua ex-mulher no Guarujá é preso
Homem suspeito de matar sua ex-mulher no Guarujá é preso

 

 

A Polícia Civil elucidou nesta terça-feira (26/1), o crime de homicídio e prendeu o homem suspeito de matar sua ex-mulher no Guarujá, em 14/01.

 

 

O homem, ouvido diversas vezes pela Polícia, negou qualquer participação no desaparecimento de sua ex-mulher, mas as provas obtidas durante as investigações não deixaram dúvidas do seu envolvimento e ele foi preso temporariamente.

 

 
Segundo consta, no dia 14 de janeiro a vítima teria desaparecido sem deixar rastros, no bairro de Vicente de Carvalho, no município de Guarujá. Logo após o registro da ocorrência, equipes da Delegacia de Investigações Gerais de Santos (Deinter 6) rumaram para o local onde a vítima teria sido vista pela última vez.

 

 

 

Apurou-se que a última pessoa a estar com a vítima teria sido seu ex-marido, de quem estava separada há alguns meses.

 

 

 

 

Indagado, o suspeito alegou que a vítima esteve na sua casa na tarde do desaparecimento, mas logo em seguida, saiu para ir à costureira. No entanto, testemunhas contrariaram sua versão, razão pela qual o suspeito foi novamente ouvido.

 

 

 
Surpreendido em sua residência, com roupas informais, os policiais notaram diversas lesões nos seus braços, peito e pescoço.

 

 

 

 
Ele foi submetido a exame de corpo de delito e o laudo apontou que as lesões haviam sido produzidas na quarta-feira (dia do desaparecimento), por instrumento cortante em provável luta corporal.

 

 

 

Também foram encontrados vestígios de sangue e de cabelo no porta-malas do carro do suspeito.

 

 

 

 

Colhidos indícios suficientes da autoria, o Delegado de Polícia representou pela prisão temporária contra o suspeito, imediatamente decretada e cumprida.

 

 

 

Uma semana após o desaparecimento, um corpo foi localizado às margens da Rodovia Rio- Santos e por meio de uma tatuagem e um par de brincos, a vítima foi identificada. Ao ver os brincos, o suspeito acabou confessando a autoria do feminicídio, motivado por ciúmes e traição.

 

 

 
Fonte: Delegacia de Investigações Gerais de Santos – Deinter 6
Comunicação Social da Polícia Civil de SP – APCS/DGPAd – eov