São Paulo: Câmara Municipal de São Paulo realizou solenidade de entrega do Prêmio Milton Santos

Sessenta e um projetos foram inscritos na edição 2015; dois foram premiados Foto: André Bueno / CMSP
Sessenta e um projetos foram inscritos na edição 2015; dois foram premiados
Foto: André Bueno / CMSP

 

 

 
Os projetos de organização e desenvolvimento social de destaque em São Paulo receberam a Salva de Prata da Câmara, nesta quarta-feira (24/6), durante a entrega do Prêmio Milton Santos 2015. A premiação foi criada para homenagear entidades e pessoas que contribuem para o desenvolvimento social da cidade.

 

 

 

Este ano, 61 projetos foram inscritos e todos avaliados por uma comissão instituída por profissionais representantes de instituições como OAB-SP, Fundação Getúlio Vargas, Fundação Carlos Chagas, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie, Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária – CENPEC e a Escola de Comunicações e Artes da USP.

 

 

 

 

 

A Associação Cultural Kinoforum foi a vencedora da Categoria I (projetos que têm como objetivo a consolidação de direitos territoriais e culturais), com as ‘Oficinas Kinoforum de Realização Áudio Visual’. Atuando com jovens nas regiões periféricas da Capital, o projeto produz filmes curta metragens que manifestam a visão cultural da periferia. “Ficamos muito felizes com o prêmio, é um reconhecimento importante para o projeto e principalmente para os alunos que participaram. Torcemos para que isso impulsione muito mais nosso trabalho”, disse a representante do projeto, Caroline Cagnatto.

 

 

 

 
Na Categoria II (projetos que resultem em novas formas de solidariedade social), o vencedor foi o Instituto Escola do Povo, que atua com projetos sociais na região de Paraisópolis, zona sul da cidade. O Secretário Municipal de Cultura, Nabil Bonduki, parabenizou a qualidade dos trabalhos apresentados. “A sociedade paulistana está cada vez mais organizada, cada vez mais atuante e lutando por seus direitos em novas formas de organização. Acho que o prêmio vem exatamente valorizar essas iniciativas que a cada ano são cada vez mais interessantes e importantes”, afirmou.

 

 

 

 

O vereador Toninho Vespoli (PSol), presidiu a solenidade e lembrou da importância de homenagear Milton Santos com a premiação. “É importante lembrar a figura de Milton Santos, que discutiu globalização em outro aspecto político, não só a globalização econômica, mas uma globalização social e humana, onde as pessoas pudessem partilhar questões culturais”, ressaltou.

 

 

 

 
Fonte: Da Redação com informações provenientes de Agências de Notícias da Redação da Câmara de São Paulo