São Paulo – Política: Alunos interessados em participar do “Parlamento Jovem Paulista” da Alesp podem fazer cadastro até o dia 09/03/2017

Alunos interessados em participar do “Parlamento Jovem Paulista” da Alesp podem fazer cadastro até o dia 09/03/2017

 

Alunos das Escolas do Estado de São Paulo interessados em participar da edição 2018 do Programa Parlamento Jovem Paulista podem se inscrever até o dia 9 de março. Idealizado pela Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), o projeto existe desde 1999 e tem o objetivo de estimular a participação dos jovens na política ao simular as experiências dos deputados.

 

 

 

 

Podem participar do programa estudantes de escolas públicas e particulares de todas as regiões do Estado, com idade entre 14 e 21 anos, que estejam cursando o último ano do Ensino Fundamental, o Ensino Médio ou o Ensino Técnico. Para se inscrever, o jovem deve procurar a diretoria de sua escola. É preciso preparar um projeto de lei, conforme orientações do  Manual do Candidato, divulgado no portal da Alesp e no Diário Oficial do Estado.

 

 

 

 

Cada instituição deve escolher uma proposta, entre as que forem criados pelos estudantes da unidade, para representá-la. Os projetos de lei precisam se enquadrar em uma das oito categorias do programa: agricultura e meio ambiente, defesa do consumidor, esportes e turismo, cultura e educação, saúde, transportes e urbanização, segurança pública e direitos humanos.

 

 

 

 

Seleção

 

 

 

Serão selecionados 47 jovens que poderão vivenciar a rotina da casa legislativa, passando por eleição dos membros da Mesa Diretora, apreciação e votação de projetos de lei, bem como a tramitação nas comissões até o momento em que a proposta se torna lei. No fim do processo, haverá uma sessão especial do Legislativo dirigida pelos jovens parlamentares.

 

 

 

 

A divulgação dos candidatos escolhidos ocorrerá no dia 2 de abril. As atividades com os jovens serão realizadas entre os dias 26 e 27 de abril.

 

 

 

Da Redação com informações do Portal do Governo de São Paulo