São Paulo – Economia: Estado de São Paulo anuncia a abertura do primeiro Escritório Comercial na China.

O Governador do Estado de São Paulo, João Doria, participa de coletiva de imprensa com o embaixador da China, Yang Wanming e secretários, no Palácio dos Bandeirantes. Local: São Paulo/SP Data: 02/04/2019 Foto: Governo do Estado de São Paulo

 

 

O Governador João Doria anunciou nesta terça-feira (2), após encontro com o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming, e a delegação do consulado chinês em São Paulo, a abertura de um escritório comercial paulista na província de Shangai.

 

 

Com custo zero pelo Governo do Estado, já que será financiado 100% pela China, o escritório será inaugurado em agosto deste ano e a perspectiva é que facilite a promoção do comércio, investimentos e o intercâmbio em áreas diversas como educação, inovação e tecnologia.

 

 

 

“Shangai é a capital dos negócios da China. Hoje, estabelecemos os acordos de cooperação, que serão assinados em agosto, na China, com as áreas de agronegócios, tecnologia, infraestrutura, logística e transportes, saúde, desenvolvimento econômico, energia e turismo. Levaremos também os programas de desestatização do Governo do Estado de São Paulo, que forem pertinentes para as áreas de ferrovias, rodovias, aeroportos, portos e programas de desenvolvimento agrícola”, disse Doria.

 

 

 

Este será o primeiro escritório comercial do Estado fora do país. A expectativa é que a iniciativa seja ampliada para outras cidades chinesas.

 

 

 

“Temos uma relação de confiança e de muita expectativa com nossos parceiros chineses, que estão entre os mais fortes do Estado e com quem queremos fortalecer e ampliar relações econômicas, mas também institucionais, em múltiplos setores. Nossa missão é detectar oportunidades de investimentos e seguir no fortalecimento para aproximação do Estado de São Paulo e China”, afirmou o Secretário de Relações Internacionais, Julio Serson.

 

 

 

Participaram do encontro sete Secretários de Estado: Júlio Serson (Relações Internacionais), Alexandre Baldy (Transportes Metropolitanos), Patrícia Ellen (Desenvolvimento Econômico), Vinicius Lummertz (Turismo), Henrique Meirelles (Fazenda e Planejamento), Marcos Penido (Infraestrutura e Meio Ambiente) e João Octaviano (Logística e Transportes). Da comitiva da China, compareceram a Embaixatriz Lu Yanliu; a Cônsul-Geral em São Paulo Chen Peijie; o Ministro-Conselheiro QuYuhui; o chefe da Seção Política Zhu Yue; a segunda Secretária Liu Xiyuan; o Cônsul Comercial He Jun; e o Vice-Cônsul Zhang Hu.

 

 

 

“O Brasil é um importante parceiro para a China. São Paulo desempenha sempre um papel econômico e social importante. Estamos dispostos a trabalhar em conjunto com o Governo do Estado para aprofundar as cooperações entre São Paulo e a China”, disse o embaixador da China no Brasil, Yang Wanming.

 

 

Relações São Paulo e China

 

 

 

O último acordo entre o Estado de São Paulo e o governo chinês foi assinado em novembro do ano passado. Na ocasião, a Câmara de Comércio Internacional da China e Invest São Paulo estabeleceram um acordo com foco na promoção de investimentos e divulgação de atividades das regiões.

 

 

 

São Paulo e China já possuem 11 acordos de cooperação. A maioria dos documentos visa o fortalecimento de relações em setores de investimentos, agricultura e esportes.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do Portal do Governo do Estado de São Paulo