São Paulo – Campinas: Rota das Bandeiras realiza nova interdição ininterrupta no anel viário Magalhães Teixeira (SP-083), a partir desta sexta 31/08/2018.

Rota das Bandeiras realiza nova interdição ininterrupta no anel viário Magalhães Teixeira (SP-083), a partir desta sexta 31/08/2018. – Foto: Ilustrativa/Divulgação / Rota das Bandeiras

 

 

Bloqueio no km 10, sentido D. Pedro I (SP-065), ocorre por conta das obras de recuperação profunda do pavimento

 

 

A Concessionária Rota das Bandeiras, empresa responsável pela administração do Corredor Dom Pedro de rodovias, realiza, a partir desta sexta-feira, 31 de agosto, uma nova interdição ininterrupta no anel viário Magalhães Teixeira (SP-083), para continuidade das obras de recuperação profunda do pavimento. O bloqueio será no km 10, com interdição da faixa da direita da pista sentido D. Pedro I (SP-065).

 

 

 

O bloqueio terá início às 9h, após o horário de pico matutino. Seguindo programação definida em conjunto com a Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo), o trecho deverá ser liberado até as 5h da segunda-feira, dia 3. A Concessionária, contudo, irá atuar para liberar a via durante o fim de semana.

 

 

 

 

A recuperação profunda do pavimento no anel viário teve início no último dia 16 de agosto, com bloqueios diários, das 9h às 16h. Para minimizar os impactos ao trânsito, os fechamentos ininterruptos, necessários para escavações mais profundas, são realizados aos fins de semana, quando há diminuição do fluxo de veículos.

 

 

 

Recuperação profunda

 

 

 

A melhoria será realizada em um trecho com 12 km de extensão, entre as rodovias D. Pedro I e Anhanguera, e abrange as duas faixas em cada sentido. Nos pontos mais críticos, sobretudo na faixa da direita, por onde circulam veículos pesados, serão feitas escavações de até 62 centímetros, com recomposição de três camadas do pavimento. A Concessionária também fará melhorias no sistema de drenagem da via. O investimento, totalmente custeado pela Rota das Bandeiras, é de R$ 4,5 milhões, e a previsão é de que a obra seja concluída até dezembro deste ano. A recuperação profunda do pavimento está prevista no contrato de concessão firmado junto à Artesp e ocorre a cada cinco anos.

 

 

 

Todo trecho recebe sinalização especial e a movimentação é acompanhada pela equipe de Tráfego da Rota das Bandeiras e pelas câmeras de monitoramento do Centro de Controle Operacional (CCO) da Concessionária. Os motoristas são avisados por meio dos painéis de mensagem variável (PMVs) existentes na malha viária, além dos canais oficiais da Concessionária no Twitter e Facebook.

 

 

 

Os usuários também podem se cadastrar no site da Concessionária – www.rotadasbandeiras.com.br – para receber boletins sobre o cronograma de obras. Outra forma de se manter atualizado é entrar em contato com o Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU) da Rota das Bandeiras, por meio do telefone 0800-770-8070. O serviço é gratuito e funciona 24 horas.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da Rota das Bandeiras