Educação – USP: Cursinhos pré-vestibulares da USP voltados principalmente aos jovens de baixa renda estão com inscrições abertas

Cursinhos pré-vestibulares da USP voltados principalmente aos jovens de baixa renda estão com inscrições abertas – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

 

 

 

Organizados por entidades estudantis, ou estudantes voluntários, eles oferecem vagas em São Paulo, Ribeirão Preto, São Carlos e Santos

 

 

Os estudantes que planejam prestar vestibular em 2019 podem contar com a ajudar dos universitários da USP. Eles organizam diversos cursinhos pré-vestibular nos municípios onde há campus da Universidade. Os cursinhos são populares, ou seja, os preços são reduzidos ou gratuitos, e são voltados principalmente aos jovens de baixa renda.

 

 

As aulas são durante a semana e aos sábados, em horários variados, e alguns são voltados a exames específicos, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

 

 

Confira a lista dos cursinhos oferecidos em cada cidade e atente-se às datas de inscrições!

 

São Paulo

 

  • Cursinho da FEA
    As inscrições vão até o dia 31/01. Há taxas de inscrição e matrícula, mas o material é gratuito. Possui prova de entrada. Para mais informações, telefone: (11) 3091-6491 ou confira o Manual do Candidato.
  • Cursinho da Psicologia
    As inscrições online vão até o dia 28/01 pelo site do cursinho. O valor da mensalidade é de R$ 90, com taxa de matrícula no valor de R$ 50. Não possui prova de entrada.
  • Cursinho MedEnsina
    As inscrições online vão até o dia 16/01 pelo site do cursinho. Presencialmente, há inscrições nos dias 09/01 e 13/01 na secretaria do MedEnsina, localizada na Faculdade de Medicina da USP (FMUSP). O valor da inscrição é de R$ 30. Possui prova de entrada.
  • Clarice Lispector
    As inscrições terminam no dia 29/01 pelo Facebook. Não possui taxa de inscrição ou de de matrícula. O cursinho é mantido pelo Centro Acadêmico da Farmácia.
  • FFLCH
    A pré-inscrição começa no dia 14/01 e vai até o dia 01/02. A inscrição é presencial e vai do dia 04/2 ao dia 09/2. Possui taxa opcional de matrícula de 50,00. Para mais informações, acesse o Facebook do cursinho.
  • Cursinho da Poli
    As inscrições online vão até o dia 25/01. Presencialmente, há inscrições entre os dias 28/01 e 30/01. O valor da inscrição é de R$ 55. Possui prova de entrada. Para mais informações, acesse o site do cursinho.
  • Arcadas Vestibular
    As inscrições presenciais devem ser feitas nos dias 10/01 e 11/01. O valor da inscrição é de R$ 20,00 e a taxa de matrícula é de R$ 50,00. Possui prova de entrada. Para mais informações, acesse o site do cursinho. O cursinho é organizado pelos alunos da Faculdade de Direito, em parceria com o Sistema Etapa de Ensino.
  • Acepusp
    As inscrições devem ser feitas online. Possui taxa de matrícula de R$ 100. O cursinho é pago e os preço das turmas podem ser conferidos pelo site do cursinho. A Acepusp é uma instituição sem fins lucrativos formada por estudantes de diversas universidades públicas brasileiras, como a USP.

 

 

 

Ribeirão Preto

 

  • Cursinho Popular da Farmácia
    As inscrições online iniciam-se no dia 12/01. Possui taxa de inscrição de R$5 e prova de admissão. Para mais informações, acesse o  Facebook do cursinho.
  • Cursinho Popular da Faculdade de Direito
    As inscrições online devem ser feitas pelo Facebook do cursinho. Não possui taxa de inscrição e nem de matrícula. Possui prova de entrada.

 

 

 

 

Santos

  • Atuamente
    As inscrições são presenciais começam no dia 11/2 e vão até o dia 13/2. Não possui taxa de inscrição e nem de matrícula. Possui prova de entrada. Para mais informações, acesse o Facebook do cursinho.  A iniciativa é dos alunos da Poli.

 

 

Lorena

 

  • MACVEST
    As inscrições vão até 22 de janeiro. As inscrições devem ser realizadas pelo formulário. A iniciativa é de alunos da Escola de Engenharia de Lorena (EEL). Mais informações no Facebook do cursinho 

 

 

 

São Carlos

  • Projeto Aprender
    As inscrições vão até o dia 20/1 e devem ser feitas pelo site do cursinho. Possui prova de entrada. O projeto possui voluntários que estudam na USP e UFSCar.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do jornal.usp.br