Atibaia: Intervenção “Histórias Perdidas” levará lambe-lambes para ruas de Atibaia – 16 e 17/09/2017.

Intervenção “Histórias Perdidas” levará lambe-lambes para ruas de Atibaia – 16 e 17/09/2017.

 

Quem visita um dos principais pontos turísticos de Atibaia, o Pouso de Asa Delta, poderá reparar que o cenário ganhou novas cores nos últimos dias. Uma parte do muro que fica atrás da área gramada recebeu um belo mural colorido, feito pelo artista da cidade, Wilians Santos de Souza, mais conhecido como Will Art. A obra foi uma das selecionadas pelo 4º Ocupa Atibaia, edital da Incubadora de Artistas que fomenta a arte de rua.

 

 

O artista contou que o trabalho feito no Pouso é uma homenagem aos povos indígenas que, atualmente, vêm sofrendo com a desapropriação de terras por conta da falta de valorização de sua cultura e ganância dos governantes brasileiros. “Minha inspiração, o que eu quis trazer para esse projeto, é a valorização do povo indígena. A proposta é mostrar um pouco da cultura do nosso país que, queiram ou não, é terra indígena. É uma cultura muito rica para a nossa nação. Os políticos precisam ter mais respeito pelas pessoas e pelas tribos. Precisam valorizá-las e mantê-las em seus locais de origem, sem interesses financeiros que levam à extinção dos índios”, explicou Will.

 

 

Ele também falou sobre a importância de projetos como o Ocupa Atibaia. “Esse projeto estimula bastante os artistas. É um espaço bom para quem está começando na arte contemporânea, é um incentivo a mais. Já me inscrevi outras vezes, é muito gratificante ser selecionado”, afirmou.

 

 

Histórias Perdidas

 

 

Nos dias 16 e 17 de setembro, o Ocupa Atibaia trará para a cidade uma intervenção que mescla fotografia e lambe-lambe, da artista Bia Ferrer. O projeto, denominado “Histórias Perdidas”, é um diário pessoal e ficcional, que espalha fragmentos de histórias reais ou ficções, fatos pessoais da fotógrafa e de outras pessoas, conhecidas ou desconhecidas.

 

 

Um detalhe, uma sombra, uma foto tremida. Tudo tem um significado por trás: enquanto a imagem fala, as palavras traduzem e criam histórias dentro da realidade. A fragmentação dessas histórias oferece um desafio à capacidade de abstração do observador. Elas existem de verdade a partir do momento que são expostas ou criadas, e permanecem eternas e verdadeiras graças ao fato de ninguém ter conseguido comprovar nem contestar sua existência o suficiente.

 

 

Segundo Bia Ferrer, “Histórias Perdidas” são imagens que traduzem sentimentos compartilhados pela maioria das pessoas e, por isso, as tocam.

 

As ruas onde serão colados os lambe-lambes ainda não foram definidas, portanto, é preciso ficar atento nos locais de maior circulação da cidade para ver a intervenção em ação.

 

O que vem por aí

 

No dia 24 de setembro, dentro da programação do 4 Ocupa Atibaia, o espetáculo “Segura, Mamãe!”, da Cia da Sorte, será apresentado em uma praça da cidade.

 

No mesmo dia, será realizado o 4º Sarau do Coletivo R(Existo), apoiado pela Incubadora de Artistas. O evento terá oficina de malabares, batalha de Live Painting, exposição fotográfica, debate e lançamento do livro de Guilherme Moura Brito, “Repertório Infindável de Dolorosas Palavras”.

 

Ocupa Atibaia

 

O Ocupa Atibaia já está em sua quarta edição e promoverá, ainda neste ano, mais projetos de arte de rua, oferecendo sempre suporte e apoio financeiro de R$ 1.500,00 para cada trabalho selecionado.

 

 

Ofereça um Muro

 

 

Quem quiser ajudar a colorir a cidade, além de deixar seu muro com uma perspectiva artística, pode enviar um e-mail para [email protected], com foto, endereço e dimensões aproximadas do espaço. O local poderá servir como tela para as próximas intervenções de grafite do Ocupa Atibaia. A associação dará prioridade a lugares com grande circulação de pessoas e boa visibilidade.

 

Outras Informações

 

Incubadora de Artistas
Endereço: Praça Claudino Alves (da Matriz), 78 – Centro – Atibaia – SP
Fone: (11) 2427-5345

 

 

Da Redação com informações provenientes da Incubadora de Artistas