Atibaia – Greve: Sindicato e Servidores de Atibaia rejeitam contraproposta da Prefeitura e greve continua.

Greve
Sindicato e Servidores de Atibaia rejeitam contraproposta da Prefeitura e greve continua.

 

Em nova assembleia realizada na noite desta terça-feira, 18, o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Atibaia, rejeitou todos os pontos da contraproposta enviada pela Prefeitura Municipal.

 

 

Após manifestação realizada na manhã de hoje (18) pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Atibaia e por grupos de servidores municipais, o prefeito da Estância de Atibaia, Saulo Pedroso de Souza, recebeu representantes da entidade sindical e do funcionalismo público municipal, abrindo um novo diálogo nas negociações do acordo coletivo 2019/2020.

 

 

O prefeito ouviu todas as reivindicações e ao final do encontro, houve um acordo entre as partes, para que a administração municipal enviasse até a data de hoje, a contra proposta da Prefeitura da Estância de Atibaia, ao acordo coletivo, à sede do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Atibaia.

 

 

Sendo assim, por volta das 20h, representantes da administração municipal, se dirigiram a sede do sindicato para protocolar proposta que prevê entre outros benefícios:

  • 1. Reajuste Salarial: 3,94% (desde 01/03/2019);
  • 2. Contribuição dos servidores municipais ao serviço de assistência médico-hospitalar, escalonado conforme tabela abaixo:
    Remuneração ate R$ 2.500,00 – 30%
    Remuneração de R$ 2.500,01 ate R$ 3.500,00 – 40%
    Remuneração de R$ 3.500,01 ate R$ 5.000,00 – 50%
    Remuneração de R$ 5.000,01 ate R$ 7.500,00 – 70%
    Remuneração de R$ 7.500,01 ate R$ 10.000,00 – 80%
    Remuneração de R$ 10.000,01 ate R$ 15.000,00 – 90%
    Remuneração acima de R$ 15.000,00 – 100%;
  • 3. Pagamento de 100% da coparticipação, prevista no contrato do serviço de assistência médico-hospitalar, aos servidores municipais com remuneração até R$ 5.000,00;
  • 4) Licença maternidade 120 (cento e vinte) dias – Conforme LC 750/17.

 

 

Diante da proposta apresentada pela prefeitura, a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Atibaia, Aparecida Edna de Souza, fez a leitura ao funcionalismo municipal presente, que rejeitaram todos os pontos da proposta em assembleia, para em seguida, decretaram a continuidade da paralisação.

 

 

A Prefeitura da Estância de Atibaia, afirma que está trabalhando para chegar a um entendimento entre as partes, acreditando que o bom senso prevalecerá, e que os servidores municipais retornarão em breve as suas atividades, para que os serviços públicos, funcionem normalmente, não descartando a judicialização do processo e corte do ponto dos grevistas desde o primeiro dia de paralisação.

 

 

Da Redação com informações provenientes da Prefeitura de Atibaia