Nacional – Rio pode ter chuva forte, raios e ventania nas próximas horas

ChuvaO Sistema Alerta Rio, da prefeitura do Rio, informou que a cidade do Rio de Janeiro permanece em estágio de atenção desde as 12h40 e que existe a possibilidade de novas pancadas de chuva entre o fim da tarde e a noite, com intensidade moderada a forte, em pontos isolados, que podem vir acompanhadas de raios e ventania.

Mais cedo, choveu muito forte, principalmente em São Cristóvão, na zona oeste, Saúde, na zona portuária, na Barra da Tijuca, na zona oeste da cidade, e também na Avenida Brasil, principal ligação da zona portuária com os bairros das zonas norte e oeste, com uma extensão de 54 quilômetros. Houve bolsões d’água e alagamentos em vários trechos, mas a situação já está normalizada no momento.

Outro trecho muito atingido também foi o Aterro do Flamengo que liga o centro aos bairros da zona sul do Rio. Na Ponte Rio-Niterói choveu forte e os motoristas foram obrigados a reduzir a velocidade, devido à baixa visibilidade.

Houve registro de queda de 54 raios na cidade, de acordo com o Alerta Rio | SOS Raios. Os bolsões/d’água e alagamentos afetaram cerca de 20 vias da cidade. Até o momento, houve registro de uma queda de árvore na Rua Mário Ribeiro, no Leblon, mas a via já foi liberada, após trabalho das equipes de emergência da prefeitura.

Apesar da chuva forte, o Centro de Operações Rio informou que não houve necessidade de acionamento de sirenes em comunidades de alto risco. Há mais de 100 sirenes instaladas nessas regiões da cidade.

O Estágio de Atenção é o segundo nível em uma escala de três e significa a possibilidade de chuva moderada, ocasionalmente forte, nas próximas horas. A prefeitura recomenda que a população tome as seguintes ações preventivas: verifique se há sinais de rachaduras em sua residência. Ao perceber trincas ou abalo na estrutura, acione a Defesa Civil pelo número 199 e evite ficar em casa.

Moradores de áreas de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. As pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199.

Fonte: Agência Brasil