Nacional: Prolongamento do anel viário Magalhães Teixeira entre Campinas e Valinhos já está 90% pavimentado

Prolongamento do anel viário Magalhães Teixeira
Prolongamento do anel viário Magalhães Teixeira

 

 

 

As obras do prolongamento do anel viário José Roberto Magalhães Teixeira (SP-083), entre as rodovias Anhanguera (SP-330) e dos Bandeirantes (SP-348), entre Campinas e Valinhos, já estão com a sua extensão 90% pavimentada, segundo informações da Rota das Bandeiras, concessionária responsável pela realização dos trabalhos.

 

 

A obra atinge números que despertam atenção até nas pessoas menos curiosas. O volume de terra movimentado até o momento já atingiu a marca de 1 milhão de m³, o que corresponde ao volume de 600 piscinas olímpicas. A Rota das Bandeiras também já utilizou 19 mil toneladas de pavimento, total que só pôde ser transportado após 9.500 viagens de caminhões basculantes.
 

 

 

“A primeira camada de concreto já foi aplicada praticamente em toda a extensão da obra, faltam apenas as pontes e os viadutos que ainda estão sendo construídos”, destaca o engenheiro responsável pela obra, Abner Toledo.
 

 

 

Atualmente, a Concessionária trabalha no entroncamento do anel viário com a rodovia dos Bandeirantes. Além desse dispositivo, serão construídas duas passagens inferiores, um viaduto e uma ponte ao longo dos 5,8 km de extensão da obra. Cerca de 600 homens trabalham nessas intervenções.
 

 

 

“A maior ponte, sobre o rio Capivari, tem 280 metros de comprimento. Ao todo, são 60 vigas de 80 toneladas e pilares com 20 metros de altura, números que destacam a dimensão da obra”, diz Toledo.
 

Volume de terra movimentado no local corresponde a 600 piscinas olímpicas
Volume de terra movimentado no local corresponde a 600 piscinas olímpicas

 

 

Segundo previsão da Rota das Bandeiras, o prolongamento do Anel Viário Magalhães Teixeira deve ser concluído até o final deste ano, favorecendo 45 mil veículos que passarão pela via diariamente. O investimento, totalmente custeado pela Concessionária, é de R$ 168,9 milhões.

 

 

 

 

 

Fonte: Da Redação com informações de Agências de Notícias Internacionais e Nacionais e da Rota das Bandeiras