Nacional: Presidenta Dilma Rousseff visita as áreas atingidas pelo Tornado em Santa Catarina

Presidenta Dilma Rousseff durante visita ao ginásio Ivo Sguissardi. Ela conversa com Valdir Marical, o professor que salvou a vida de 28 adolescentes dos times juvenis de vôlei e de futsal que treinavam ali no momento em que o tornado atingiu a cidade. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Presidenta Dilma Rousseff durante visita ao ginásio Ivo Sguissardi. Ela conversa com Valdir Marical, o professor que salvou a vida de 28 adolescentes dos times juvenis de vôlei e de futsal que treinavam ali no momento em que o tornado atingiu a cidade. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

 

 

 

Uma comitiva da presidenta da República, Dilma Rousseff, chegou nesta segunda-feira (27) para visitar às áreas atingidas pelos tornados em Santa Catarina. O ministro da Integração, Gilberto Occhi, também compõe a delegação, que chegou ao estado às 9h para analisar situação e prestar apoio às famílias afetadas.

 

Uma portaria do Ministério da Integração Nacional, publicada no Diário Oficial da União, autorizou a liberação de R$ 2,8 milhões para ações de socorro nos municípios catarinenses de Xanxerê e de Ponte Serrada.

 

 

De acordo com o texto, considerando a natureza e o volume de ações a serem implementadas, o prazo de execução das obras e serviços será 180 dias.

 

 

 

Outra portaria, do Ministério das Cidades, também publicada no Diário Oficial da União, disponibiliza recursos para reforma das moradias e construção habitacional por intermédio do Programa Minha Casa, Minha Vida em áreas urbanas e rurais. A transferência de recursos, segundo a publicação, será feita mediante assinatura de termo de compromisso firmado com a Caixa Econômica Federal.

 

 

A portaria estabelece o prazo de 60 dias para que os municípios entreguem ao ministério uma proposta de atendimento às famílias e às áreas atingidas pelo tornado. O documento deverá detalhar a quantidade e o valor estimado das intervenções previstas.

 

 

Suporte

 

 

Essa será a segunda visita do ministro Gilberto Occhi ao estado após os tornados. Na terça-feira (21) e na quarta-feira (22), o ministro visitou os municípios de Xanxerê e Ponte Serrada. Ele também se reuniu com o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, e com autoridades estaduais e municipais.

 

 

Na última quinta-feira (23), o Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), reconheceu estado de calamidade pública em Xanxerê e situação de emergência em Ponte Serrada – em ambos os casos, por procedimento sumário.

 

 

Além disso, o governo federal mobilizou 200 homens do Exército Brasileiro para auxiliar na desobstrução de estradas e de vias próximas aos escombros. A tropa também distribuiu kits dormitório, de limpeza e de higiene às famílias atingidas.

 

 

Um técnico da Sedec permanece nos municípios para ajudar na elaboração das ações e do plano de trabalho para a reconstrução.

 

 

Situação dos desastres

 

 

De acordo com a Defesa Civil do estado, neste momento, 1.273 profissionais e 252 veículos trabalham no atendimento às vítimas do tornado.

 

 

Em Xanxerê, o total de desabrigados chega a 539. O número de desalojados chega a 4. 275. Foram registrados ainda duas mortes e 97 feridos. O volume de edificações públicas danificadas chega a nove, enquanto os prédios residenciais atingidos pelo tornado alcançam 2.188. Além disso, 235 casas foram totalmente destruídas.

 

 

Em Ponte Serrada, 77 pessoas estão desabrigadas e 1.050, desalojadas. O município registra também 27 feridos, uma edificação pública danificada e 252 residências afetadas, além de 24 casas totalmente destruídas.

Fonte: Ministério da Integração e Agência Brasil