Nacional: Marido mata a facadas a esposa e se suicida jogando o carro contra um ônibus na rodovia Capitão Barduíno em Socorro.

Marido mata a facadas a esposa e se suicida jogando o carro contra um ônibus na rodovia Capitão Barduíno.
Marido mata a facadas a esposa e se suicida jogando o carro contra um ônibus na rodovia Capitão Barduíno.

 

 

Mais um caso de crime passional abala a região Bragantina, a vítima Gabriela dos Reis Pereira de 25 anos, foi morta a facadas pelo seu companheiro Dárcio Apolinário Pereira em Socorro.

 

Os vizinhos do casal que moravam no  Bairro Jd Orlandi em Socorro,  revelaram que o casal brigava constantemente por causa de ciúmes, e o martírio acabou de forma trágica  neste sábado (07), quando por volta das 03:00,  Dárcio matou a facadas Gabriela, e ligou para sua mãe ir buscar as filhas do casal e em seguida pegou o carro e saiu pela estrada..

 

 

 

Dárcio fugiu com seu carro fiat strada pela rodovia Capitão Barduíno sentido Bragança Paulista, e por volta das 05:45,  na altura do km 127, já próximo do rancho Barão de Ibitinga em Pinhalzinho, jogou propositalmente o seu carro contra um ônibus da viação Etco Tur .

 

 

O ônibus caiu em uma ribanceira, ele seguia de São Paulo para Águas de Lindóia com 22 passageiros, que iriam para um casamento.

 

 

O motorista do ônibus e mais um passageiro ficaram gravemente feridos e foram encaminhados para o Hospital Universitário São Francisco, em Bragança Paulista (SP). Outros dois passageiros tiveram ferimentos leves, foram levados para a Santa Casa de Socorro, e liberados ainda pela manhã,  já Dárcio deve morte instantânea.

 

 

 

A perícia foi chamada e com o apoio do corpo de bombeiro retiraram o corpo de Dárcio das ferragens, e depois foram até a residência do casal aonde encontraram o corpo de Gabriela, os corpos foram removidos ao IML de Bragança Paulista, e a ocorrência apresentada no plantão policial de socorro.

 

 

Fonte: Da Redação com informações do Dia a Dia de Bragança Paulista e Tudo o que aconteceu em Bragança e Região Bragantina  Fato Policial e G1