Nacional: Bombeiros de Santa Catarina continuam as buscas dos argentinos perdidos na Mata.

Bombeiros de Santa Catarina continuam as buscas dos argentinos perdidos na Mata.
Bombeiros de Santa Catarina continuam as buscas dos argentinos perdidos na Mata.

 

 

 

Na sexta-feira, 22, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina recebeu uma solicitação de busca a três pessoas desaparecidas na região da Praia dos Ingleses, no Norte de Florianópolis. Familiares comunicaram o desaparecimento de um homem adulto e duas crianças de nacionalidade argentina, que teriam saído para fazer uma trilha entre a Praia dos Ingleses e o Costão do Santinho e não retornaram.

 

 

Foram realizadas buscas durante toda a madrugada de sexta-feira para sábado, 23. Pela manhã uma criança foi avistada por um pescador, no costão que liga a praia dos Ingleses à do Santinho. A criança, Candelária Cavachero Grego, noves anos, foi resgatada pelo helicóptero Arcanjo-03 e levada ao Posto de Salvamento da Praia do Santinho, onde já aguardavam os médicos. A menina revelou ter visto a irmã caindo nas pedras e, na sequência, seu pai teria tentado resgatá-la, quando perdeu contato visual com os dois. A criança resgatada não sabia se os dois caíram na água ou nas pedras. Os nomes dos desaparecidos são Xavier Cavachero, 42 anos, e Trinidade Cavachero, sete anos.

 

 

 

 

As buscas continuaram durante todo o dia, por água e terra, porém nada foi encontrado. Além disso, o Consulado Argentino contatou a Central de Operações do CBMSC solicitando informações para que pudessem prestar apoio às buscas.

 

 

 

Após a localização da menina foram determinados pontos de mergulho e buscas dirigidas, além da conclusão da varredura das buscas por terra. A partir daí os esforços foram direcionados para a procura na água, mas sempre observando os costões. Guarnições permanecem mobilizadas no local. “Todos os esforços técnicos possíveis estão sendo realizados em prol da localização destas duas pessoas o mais rápido possível”, explicou o comandante da 1ª Região Bombeiro Militar (1ª RBM), tenente coronel BM César de Assumpção Nunes.

 

 

 

O comandante da 1ª RBM esclareceu que em caso de óbito na água, levando em consideração as condições do mar, estima-se que após o quinto e o sétimo dia do desaparecimento a tendência é que os corpos venham para a superfície. Considerando também o comportamento das correntes marítimas, o espectro da busca é ampliado gradativamente, pois a localização poderá se dar a uma certa distância do local do desaparecimento.

 

 

 

O Corpo de Bombeiros Militar continua nas buscas, com equipes por terra, realizando varredura nos costões e trilhas; por ar, por meio de buscas visuais com o arcanjo 02 (avião) e arcanjo 03 (helicóptero); e no mar, com equipes de mergulhadores.

 

 

 

 
Da Redação com informações do Gov. de Santa Catarina