Lava Jato: Senador Aloysio Nunes diz que recebeu doação legal de investigado na Lava Jato

Senador Aloysio Nunes Ferreira - Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Senador Aloysio Nunes Ferreira – Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

 

 

O senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) divulgou nota hoje (26) na qual afirma que recebeu legalmente R$ 200 mil do presidente da empreiteira UTC, Ricardo Pessoa. O empresário ficou preso durante quatro meses em função das investigações da Operação Lava Jato.

 
De acordo com as reportagens publicadas nesta sexta-feira, o senador é uma das pessoas citadas na delação premiada assinada entre Pessoa e o Ministério Púbico Federal (MPF), que comanda as investigações. Em nota, o parlamentar reconhece que recebeu a quantia para a sua campanha eleitoral ao Senado em 2010, mas disse que o valor foi legalmente declarado à Justiça Eleitoral.

 

 

 

 

O senador disse ainda que não conhece o empreiteiro e que não tem nada a esconder. “Nunca fui procurado por Ricardo Pessoa, nem antes e nem depois da campanha, para patrocinar pleitos junto à Petrobras, uma vez que, entre outras razões, é pública e notória a minha frontal oposição ao governo petista, à sombra do qual esse senhor prosperou.Aliás, não conheço Ricardo Pessoa; nunca o vi mais gordo e muito menos mais magro”.

 

 

 

 

Mais cedo, os ministros da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva, e da Casa Civil, Aloizio Mercadante, que também foram citados, de acordo com as reportagens, afirmaram que as doações recebidas de Pessoa foram legais e declaradas à Justiça Eleitoral.

 

 

 

 
Fonte: Da Redação com informações provenientes de Agências de Notícias Nacionais e Internacionais e da EBC