Eleições 2018 – Rondônia: Expedito e Coronel Marcos Rocha disputam 2º turno em Rondônia. Confira também os Senadores e Deputados Federais e Estaduais eleitos.

Expedito e Coronel Marcos Rocha disputam 2º turno em Rondônia.

 

 

Os candidatos Expedito Junior (PSDB) e o Coronel Marcos Rocha (PSL) disputarão o segundo turno das eleições em Rondônia no dia 28 de outubro. Expedito teve 31,59% dos votos válidos e o Coronel Marcos, 23,99%.

 

Foram apurados 100% das urnas. Os votos brancos somam 4,04% e os nulos, 7,98%. A abstenção ficou em 22,31%.

 

 

 

Senadores eleitos:

 

 

A bancada de Rondônia no Senado terá dois novos senadores. O deputado federal Marcos Rogério (DEM) foi o mais votado, com 24,06% dos votos. A outra cadeira ficará com o ex-governador do estado, Confúcio Moura (MDB) também estreante no Senado, que teve 17,06% dos votos válidos.

O primeiro colocado, Marcos Rogério da Silva Brito, 40 anos, é natural de Ji-Paraná (RO), formado em Direito e Jornalismo e mestre em Administração Pública. Na Comunicação Social, atuou como radialista e repórter de TV. Pelo PDT, foi vereador em Ji-Paraná (2009) e duas vezes eleito deputado federal (2010/2014). Na Câmara dos Deputados foi relator, no Conselho de Ética, do processo que cassou o ex-presidente Eduardo Cunha. Está em seu segundo mandato como parlamentar no Congresso Nacional.

Os suplentes são Samuel Araújo (PSDB) e Pastor Severino (DEM).

Confúcio Moura
Confúcio Aires Moura é natural de Dianópolis (TO) e tem 70 anos. É médico formado pela Universidade Federal de Goiás (UFG), e já foi sargento da Polícia Militar de Goiás. Iniciou sua vida política em Rondônia nos anos 80, quando ocupou o cargo de secretário de Saúde. Foi eleito deputado federal três vezes seguidas (1994, 1998, 2002).

Em 2004, venceu as eleições para a prefeitura de Ariquemes, município ao norte de Rondônia, sendo reeleito em 2008. Chegou ao governo do estado em 2010, sendo reeleito em 2014. Confúcio Moura deixou o cargo em abril para concorrer ao Senado.

A primeira suplente do senador é Maria Eliza (MDB). Completa a chapa o segundo suplente Carlos Milton Morais (MDB).

 

 

 

Veja a lista dos deputados federais eleitos:

 

 

Léo Morais (PODE): 69.565
Expedito Netto (PSD): 39.953
Mariana Carvalho (PSDB): 38.776
Lúcio Mosquini (MDB): 38.630
Jaqueline Cassol (PP): 34.193
Silvia Cristina (PDT): 33.038
Dr. Mauro Nazif (PSB): 30.399
Coronel Chrisóstomo (PSL): 28.344

Confira a lista de deputados estaduais eleitos

Lebrão (MDB) – 20.357 votos
Jean Oliveira (MDB) – 17.823 votos
Luizinho Goebel (PV) – 16.999 votos
Laerte Gomes (PSDB) – 16.984 votos
Lazinho da Fetagro (PT) – 14.908 votos
Alex Redano (PRB) – 13.233 votos
Cabo Jhony Paixão (PRB) – 12.981 votos
Adelino Follador (DEM) – 12.890 votos
Adailton Fúria (PSD) – 12.859 votos
Edson Martins (MDB) – 11.687 votos
Anderson do Singeperon (PROS) – 11.429 votos
Ezequiel Neiza (PTB) – 11.257 votos
Dr Neidson (PMN) – 10.699 votos
Aélcio da TV (PP) – 10.311 votos
Cassia dos Muletas (PODE) – 10.033 votos
Pastor Alex Silva (PRB) – 9.995 votos
Cirone da Tozzo (PODE) – 9.962 votos
Chiquinho (PSB) – 9.524 votos
Sargento Eyder Brasil (PSL) – 9.076 votos
Rosângela Donadon (PDT) – 9.053 votos
Jean Mendonça (PODE) – 9.005 votos
Marcelo Cruz (PTB) – 8.802 votos
Ismael Crispin (PSB) – 8.307 votos
Jair Montes (PTC) – 6.567 votos

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da Agência Brasil, Agência Senado e G1