Eleições 2018 – Distrito Federal: Ibaneis e Rodrigo Rollemberg disputam 2° turno para governo do DF. Confira também os Senadores e Deputados Federais e Distritais eleitos.

Ibaneis e Rodrigo Rollemberg disputam 2° turno para governo do DF.- Foto: ABR/Agência Brasil

 

 

Os candidatos Ibaneis (MDB) e Rodrigo Rollemberg (PSB) disputarão o segundo turno das eleições para o governo do Distrito Federal, no dia 28 de outubro. Com 99,87% das urnas apuradas, Ibaneis teve 41,97% dos votos válidos e Rollemberg, 13,94%.

 

 

O candidato Rogério Rosso (PSD) ficou em terceiro lugar, com 11,24%. Os votos brancos somam 3,94% e os nulos, 6,72%. A abstenção ficou em 18,73%.

 

 

 

 

Estreante na política, o advogado Ibaneis Rocha Barros Junior foi presidente da seccional do Distrito Federal da Ordem dos Advogados do Brasil entre 2013 e 2015. Atualmente, ele é membro do Conselho Federal da OAB-DF. Nascido na capital federal, o emedebista tem pós-graduação em Direito e Processo do Trabalho e Processo Civil. Ibaneis é dono do próprio escritório de advocacia, em Brasília.

 

 

 

 

O candidato foi responsável por uma das surpresas eleitorais ao longo das últimas semanas, subindo de quinto colocado nas pesquisas de intenção de voto para primeiro colocado. Entre 2007 e 2010, ele foi secretário-geral da Comissão Nacional de Prerrogativas do Conselho Federal da OAB. Ibaneis é pai de três filhos e tem 47 anos.

 

 

 

 

O atual governador Rodrigo Rollemberg é formado em História e iniciou sua carreira política ainda no movimento estudantil. Membro do PSB desde 1985, foi deputado distrital por dois mandatos, deputado federal entre 2007 e 2010, quando foi eleito senador. Em 2014, deixou o Senado para se candidatar ao governo do DF, vencendo no segundo turno.

 

 

 

Pai de três filhos, Rollemberg tem 59 anos. Entre 2004 e 2006, foi secretário de Inclusão Social do Ministério da Ciência e Tecnologia.

 

 

 

Senadores eleitos:

 

 

A candidata Leila do Vôlei (PSB) e o candidato Izalci (PSD) foram eleitos para o Senado pelo Distrito Federal, com 17,76% e 15,33% dos votos válidos, respectivamente.

 

 

Cristóvam Buarque (PPS), que disputava a reeleição, ficou em terceiro lugar, com 12,08% dos votos válidos.

 

 

Até agora foram apurados 93,54% das urnas. Os votos brancos somam 19,22% e os nulos, 23,85%. A abstenção está em 18,68%.

 

 

 

Deputados Federais:

 

 

Flávia Arruda (PR) – 121.340 votos
Érika Kokay (PT) – 89.986 votos
Bia Kicis (PRP) – 86.415 votos
Julio Cesar (PRB) – 79.775 votos
Professor Israel (PV) – 67.598 votos
Luis Miranda (DEM) – 65.107 votos
Paula Belmonte (PPS) – 46.069 votos
Celina Leão (PP) – 31.610 votos

 

 

 

Confira a lista de deputados distritais eleitos

 

 

Martins Machado (PRB) – 29.457 votos
Delegado Fernando Fernandes (PROS) – 29.420 votos
Professor Reginaldo Veras (PDT) – 27.998 votos
Rafael Prudente (MDB) – 26.373 votos
Delmasso (PRB) – 23.227 votos
Chico Vigilante (PT) – 20.975 votos
Robério Negreiros (PSD) – 28.819 votos
Agaciel Maia (PR) – 17.715 votos
José Gomes (PSB) – 16.537 votos
Arlete Sampaio (PT) – 15.537 votos
Cláudio Abrantes (PDT) – 14.238 votos
Jorge Vianna (Podemos) – 13.070 votos
Iolando (PSC) – 13.000 votos
Eduardo Pedrosa (PTC) – 12.806 votos
João Cardoso Professor-Auditor (Avante) – 12.654 votos
Roosevelt Vilela (PSB) – 12.257 votos
Telma Rufino (PROS) – 11.715 votos
Hermeto (PHS) – 11.552 votos
Fábio Félix (PSOL) – 10.955 votos
Valdelino Barcelos (PP) – 9.704 votos
Daniel Donizet (PRP) – 9.128 votos
Júlia Lucy (Novo) – 7.655 votos
Reginaldo Sardinha (Avante) – 6.738 votos
Leandro Grass (Rede) – 6.578 votos

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da Agência Brasil