Educação: A importância de investimentos na educação brasileira

A educação como formadora de caráter individual e social. (Fonte: escolaeducacao.com.br)

 

A Educação é um direito fundamental que promove o desenvolvimento de cada indivíduo e também do país. Sua importância vai além do aumento de chances de obter um emprego ou ter uma renda.

 

O acesso à educação é importante para a formação tanto do caráter individual quanto do caráter social de uma pessoa. O uso de uma abordagem interdisciplinar no ensino acaba gerando uma sociedade menos ligada ao ‘eu’ e mais preocupada com o ‘outro’. A mudança nos paradigmas educacionais no sistema educacional brasileiro, no entanto, recebe cada vez menos atenção das autoridades responsáveis.

 

Por mais que se tenha entendimento a respeito da importância de investimentos na área da educação, o Governo do presidente-eleito Jair Bolsonaro ataca cada vez mais os ensinamentos da área das ciências humanas e, além disso, nos últimos meses aprovou o corte de quase 12 mil bolsas voltadas à pesquisa. Um corte sem precedentes que já foi responsável pela interrupção de diversos projetos em execução.

 

Protestos contra cortes

 

Em diferentes momentos do ano, foram registrados atos contra a medida do Governo de cortar as verbas da Educação. Em março, logo após o bloqueio de recursos para a educação anunciado pelo Ministério da Educação (MEC), mais de 200 cidades brasileiras

tiveram manifestações. Instituições de ensino, como escolas e universidades, além de movimentos sociais e estudantis e partidos políticos, fizeram paralisações e marcaram um dia de greve. Protestos semelhantes ocorreram também em maio e em agosto, em diversos estados do país, marcando a insatisfação contra a medida do governo.

 

Quais são os efeitos dos cortes?

 

Com o corte, fica mais distante o objetivo dos cientistas brasileiros em inovar e fornecer ao seu país, tecnologia de ponta. Ademais, pesquisas com bases teóricas são capazes de movimentar e proporcionar novas visões do mundo. E pensando em uma forma de uso mais próxima do indivíduo, é através desse tipo de pesquisa que são desenvolvidos os mais modernos dispositivos tão usados atualmente, como os celulares.

 

Na era da tecnologia, reduzir o investimento em educação e pesquisa é o mesmo que colocar um freio no caminho do país rumo à modernidade. O desenvolvimento de ferramentas que facilitam o cotidiano do usuário, tais como aplicativos de ensino à distância, de entretenimento e até mesmo de apostas no Brasil, foram fomentadas pela educação. Ao cortar esses aportes financeiros, o país diminui drasticamente a sua busca por soluções modernas em diversas áreas da educação.

 

 

Por que optar por ensino interdisciplinar

 

As diferenças sendo exaltadas no ensino interdisciplinar. (Fonte: blog.vr.com.br)

 

A educação interdisciplinar busca ensinar sobre as várias áreas do saber e é responsável por moldar as relações interpessoais dos cidadãos e os aspectos sociais como a violência e preconceito, entre outros.

 

Quando se estuda é possível saber sobre todos os caminhos existentes. Quando a visão etnocêntrica é aplicada à educação, as vantagens para a sociedade são muitas. A começar pelo fato de que as pessoas inseridas numa sociedade não são iguais, não pertencem a uma mesma classe social e não possuem a mesma noção de cultura.

 

Perpetuando-se todos esses cortes na educação brasileira, seja ela básica ou superior, a qualidade cada vez mais será prejudicada. Se hoje, como aponta o jornal O Globo, ainda há um número altíssimo de analfabetos no Brasil – cerca de 11,3 milhões –, com os investimentos na área sendo cada vez mais escassos, a situação tende a piorar.

 

Como cada indivíduo pode ajudar nessa situação?

 

Uma sociedade democrática como a do Brasil atual é formada pela opinião e voz do povo – pelo menos na teoria. Por isso, é importante que todos tenham discernimento para lutar a favor da educação em qualquer nível que ela se apresentar.

 

Lutar por uma educação de qualidade – e, nesse caso, uma educação interdisciplinar – além de direito de todos é também um dever. Se todos se dispuserem a apoiar essa causa, melhorias serão possíveis para todos, independente de classe, cor ou crença, que fazem parte e se relacionam dentro de uma mesma sociedade. É importante que, como cidadãos, todos estejam dispostos a buscar a evolução da sociedade como um todo.