Economia: Petrobras pede a CVM a interrupção de análise da oferta de distribuição pública de debêntures

Petrobras
Petrobras

 

 

Em razão das condições adversas do mercado de capitais brasileiro, a Petrobras protocolou junto à CVM a interrupção de análise da oferta de distribuição pública de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em até três séries, que estava em curso regular perante a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), pelo prazo de 60 dias úteis, a contar da data de aprovação do referido pedido por parte da CVM.

 

 

Em função disso, o Procedimento de Bookbuilding não será mais realizado amanhã, no dia 16 de outubro, conforme cronograma indicativo da oferta divulgado por meio do Aviso ao Mercado. Será divulgado novo comunicado ao mercado tão logo o pedido de interrupção de análise da oferta seja aprovado pela CVM.

 

 

 

Todos os pedidos de reserva já realizados pelos investidores de varejo serão cancelados. Se retomada a oferta, será aberto novo prazo para apresentação dos pedidos de reserva, o qual será devidamente informado aos investidores nos termos da Instrução CVM 400.

 

 

 

Da Redação cominformações da Petrobras