Economia: Investidores arrematam oito campos em leilão da ANP

Leilão ofereceu áreas para exploração de petróleo no Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Bahia – Foto: Alexandre Brum/Petrobras

 

 

Com foco em pequenas e médias empresas, o governo realizou o leilão de campos de óleo e gás inativos. A operação foi realizada nesta quinta-feira (11) e concedeu oito áreas em três bacias sedimentares. Foram arrecadados R$ 7,9 milhões, e o valor superou a previsão para o mínimo do bônus de assinatura, estimado em R$ 451 mil.

 

 

 

 

As informações são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), responsável pela realização do leilão. Essa operação, chamada de 4ª Rodada de Licitações de Áreas com Acumulações Marginais, foi a primeira de quatro programadas para este ano. O leilão é também o menor para 2017.

 

 

 

 

 

A programação para este ano é realizar o restante das operações no segundo semestre. Serão dois leilões de áreas do pré-sal, sob regime de partilha, e um leilão convencional, sob regime de concessão.

 

 

 

 

Áreas concedidas

 

 

 

 

Na rodada desta quinta-feira, foram ofertadas nove áreas localizadas no Espírito Santo, Rio Grande do Norte e Bahia. Os nomes das áreas ofertadas eram Garça Branca, Rio Mariricu (Bacia do Espírito Santo), Iraúna, Noroeste do Morro Rosado, Urutau (Bacia Potiguar), Araçás Leste, Itaparica, Jacumirim e Vale do Quiricó (Bacia do Recôncavo).

 

 

 

 

Essas áreas estão localizadas em bacias sedimentares terrestres maduras, e sua exploração é considerada vital para a atividade petrolífera das regiões afetadas. A concessão estabelece que seja utilizada a infraestrutura de produção já existente.

 

 

 

 
Da Redação com Base em informações provenientes da ANP e Agência Brasil