Dia Nacional da Adoção de Crianças: Caminhada no Rio chama a atenção para adoção de crianças – 25/05/2015.

Dia Nacional da Adoção de Crianças
Dia Nacional da Adoção de Crianças

 

 

Segunda-feira, 25 de maio, é o Dia Nacional da Adoção de Crianças. Para comemorar, famílias se reuniram no domingo (24) na Praia de Copacabana, zona Sul do Rio de Janeiro, para participar da 6ª Caminhada da Adoção.

 

O ato foi promovido pela Associação Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção com participação do Tribunal Justiça do Rio de Janeiro e da Assembleia Legislativa do estado. Uma das organizadoras, Barbara Toledo diz que crescer em uma família é um direito de todos. Ela já adotou duas crianças.

 

 
A trabalhadora doméstica, Claudete Dias, está esperando há oito meses por um filho. Ela está na fila por uma criança parda com menos de 3 anos de idade.

 

 
Já a advogada Dalia Taiguara, 44 anos, não teve que esperar muito.

 

 
“Não demorei na fila por causa do perfil. Em 2009, eu queria uma criança de até 5 anos e fiquei um mês na fila. Já a outra, nem na fila eu fiquei por causa da idade e da cor: negra, 12 anos, ninguém quer. Então, até ela botar pra fora tudo isso que ela viveu e passar a confiar na nova família é um processo demorado, dolorido e cansativo, mas dá pra ser feito. Hoje temos uma convivência, as quatro, maravilhosamente bem”.
 

 

Dália é casada com outra mulher e diz que o fato das meninas terem duas mães não é o principal preconceito que elas sofrem.

 

 

“Sofrem preconceito primeiro por usar óculos, por ser gorda e por ser negra. Raramente o preconceito é por ter duas mães”.

 

 
O empresário Nagib Pacha Junior, 62 anos, disse que no início ficou reticente com o processo de adoção, mas que no final, agradeceu à esposa pela insistência.

 

 

 
Neste mês o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) lançou uma nova versão do Cadastro Nacional de Adoção (CNA). A expectativa é de que, com o cruzamento de dados entre os pretendentes e as crianças de todo o Brasil, o processo seja mais rápido.

 

 

 
Da Redação com informações provenientes da radioagencianacional.ebc.com.br