Dia Internacional da Mulher: Câmara Federal entregou a medalha Mietta Santiago a Mulheres que se destacam em suas áreas de atuação

Deputadas em sessão solene para entregra da medalha MIetta Santiago – Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

 

A Câmara entregou nesta quarta-feira (8), em sessão solene no Plenário, a medalha Mietta Santiago a mulheres que se destacam nas mais variadas áreas. Foram oito as agraciadas nesta edição:

 

 

 

  • – a juíza Sueli Zeraiki Armani, que realiza trabalho com voluntários na promoção dos Direitos Humanos e na reintegração social de presos e presas;
  • – a doutora Celina Turchi Martelli, que coordenou estudo para verificar a ligação entre o vírus Zika e a microcefalia;
  • – a professora Helley Batista, que morreu salvando vidas de crianças em uma creche em Minas Gerais;
  • – a novelista Glória Perez, que fez campanha pela inclusão do homicídio na Lei dos Crimes Hediondos;
  • – a mestra Joana D’arc Cavalcante, que lidera grupos de maracatu como o Baque Mulher, composto apenas por mulheres;
  • – Lourdes Maria, que trabalha no desenvolvimento de ações sociais para promover a economia solidária por meio da Cáritas Brasileira;
  • – a doutora Maria Letícia Fagundes, médica legista que fundou a MaisMarias, organização que se originou na Campanha de Combate à Violência Contra as Mulheres promovida pela Associação dos Médicos Legistas do Paraná;
  • – e a professora Tereza Cristina Ferreira, da Universidade do Grande Rio, gestora de projetos educacionais do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio de Janeiro

 

 

 

 

Coordenadora da bancada feminina e presidente da sessão, a deputada Soraya Santos (PMDB-RJ) agradeceu o trabalho de cada uma das homenageadas.

 

 

 

“Eu sonho com o dia em que a gente não tenha mais que comemorar o Dia Internacional da Mulher. Porque neste dia cívico, de luta do mundo inteiro, que teve o início com mais de cem mulheres mortas lutando por uma jornada igual de trabalho, o mundo estará dignificado pela inclusão igual de homens e mulheres. Muito obrigada a vocês que estão na ponta, nos movimentos, no seu trabalho, saibam que nós temos muito orgulho de cada uma de vocês.”

 

 

 

A mestra em Maracatu Joana D’arc falou sobre a importância do trabalho conjunto das mulheres. “Estar à frente desse movimento de mulheres é saber ser parte de um todo, como ser parte fundamental de um corpo, mas sabendo que sem as outras partes do corpo, a parte que sou não teria serventia.”

 

 

 

Investimentos em pesquisa

 

 

A pesquisadora e médica Celina Turchi Martelli aproveitou a ocasião para pedir mais investimento nas ciências. “Esse gesto da Câmara dos Deputados representa o reconhecimento da ciência brasileira e a necessidade para continuidade de verbas para os institutos de pesquisa e para a formação de pesquisadores.”

 

 

Mietta Santiago
Promovida pela Secretaria da Mulher da Câmara, a medalha leva o nome de Mietta Santiago em homenagem à poeta, advogada, oradora, escritora e feminista que em 1928 entrou com mandado de segurança contra a proibição do voto feminino e não apenas pôde votar, como se candidatou a deputada federal.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ‘Agência Câmara Notícias’