Dia das Mães: Presentes chegam a ter 70% de Tributos embutidos nos preços, alerta a Associação Comercial de SP

Presente dia da Mães
Presente dia da Mães

 

 

ACSP avalia que, mesmo com alta carga tributária e recentes quedas nas vendas na capital paulista, neste Dia das Mães o comércio vai registrar leve crescimento (2% a 3%) nas vendas sobre 2014

 

 
Nas próximas semanas, os brasileiros devem ir às compras em busca de presentes para o Dia das Mães, que será comemorado no dia 10 de maio. E, nesses momentos, não são só os preços que merecem atenção: a carga tributária embutida nos preços finais dos produtos é exorbitante. Do preço final de um perfume importado, por exemplo, 78,43% são de impostos. Já quem optar por comprar um perfume nacional vai pagar 69,13% de tributos.

 

 

Carga tributária – presentes Dia das Mães:
Carga tributária – presentes Dia das Mães:

 

 

Também chama a atenção a carga tributária sobre o aparelho de MP3 e iPod (49,45%), a TV (44,94%), o porta-retrato (43,47%), a bolsa de couro (41,52%), o tablet (39,12%) e a calça jeans (38,53%). Quem for levar a mãe para almoçar ou jantar fora vai desembolsar 32,31% em tributos.

 
Expectativa de vendas

 
Para a ACSP, mesmo com essa alta carga tributária, com as recentes quedas nas vendas no varejo na capital e com a crise econômica, neste Dia das Mães o comércio vai registrar um ligeiro crescimento (de 2% a 3%) nas vendas sobre 2014. “Mesmo que a situação atual não esteja boa para o comércio, o Dia das Mães é uma data forte – é a segunda mais importante e é conhecida como ´Natal do 1º semestre´. Além disso, o comércio está investindo bastante em promoções e publicidade”, avalia Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

 

 

Associação Comercial de São Paulo
Associação Comercial de São Paulo

 

 

Sobre a ACSP: A Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em seus 120 anos de história, é considerada a voz do empreendedor paulistano. A instituição atua diretamente na defesa da livre iniciativa e, ao longo de sua trajetória, esteve sempre ao lado da pequena e média empresa e dos profissionais liberais, contribuindo para o desenvolvimento do comércio, da indústria e da prestação de serviços. Além do seu prédio central, a ACSP dispõe de 15 Sedes Distritais, que mantêm os associados informados sobre assuntos do seu interesse, promovem palestras e buscam soluções para os problemas de cada região.

 

 

Da Redação com informações da Associação comercial de São Paulo