Brasil – Política: Seminário na Câmara Federal dos Deputados vai avaliar os 10 anos da Política Nacional de Educação Especial – 07/11/2018

Evento vai debater a Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da educação inclusiva – Foto: Pict Rider/Fotolia

 

 

 

A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara dos Deputados realiza na quarta-feira (7) o seminário Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. No evento, que terá participação da Comissão de Educação da Câmara, haverá debates sobre as perspectivas de especialistas, do governo e da sociedade civil.

 

 

 

A deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), que propôs o debate, afirma que é preciso avaliar os dez anos de implementação da Política Nacional de Educação Especial. O debate, segundo ela, poderá subsidiar futuras medidas legislativas de atualização dessa política, assim como outras ações eventualmente necessárias.

 

 

 

 

“A Política Nacional de Educação Especial de 2008 mudou a visão da educação especial no nosso sistema de ensino, buscando garantir o acesso de todos os alunos ao ensino regular, formando professores para a inclusão e melhorando o acesso físico, transporte e mobiliário”, disse a deputada.

 

 

 

 

 

“O movimento mundial pela educação inclusiva é uma ação social, política, cultural e pedagógica, desencadeada em defesa do direito de todos os estudantes de estarem juntos, aprendendo e participando, sem nenhum tipo de discriminação”, declarou.

 

 

 

 

Para a deputada Rejane Dias (PT-PI), que também solicitou o seminário, “é importante que o monitoramento e as consequentes propostas de aperfeiçoamento se pautem por amplo debate e em estudos e pesquisas que se debrucem sobre o processo de implantação da política na última década”.

 

 

 

 

O requerimento para realização do evento também foi assinado pelos deputados Angelim (PT-AC), Eduardo Barbosa (PSDB-MG), Pedro Uczai (PT-SC) e Ságuas Moraes (PT-MT).

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da “Agência Câmara Notícias”