Brasil – Política: Quatro ministros participarão da sessão de debates temáticos sobre segurança pública

Quatro ministros participarão da sessão de debates temáticos sobre segurança pública – Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

 

Os ministros da Segurança Pública, Raul Jungmann; da Defesa, General Joaquim Silva e Luna; da Justiça, Torquato Jardim; e do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, General Sérgio Etchegoyen, confirmaram presença na sessão de debates temáticos sobre segurança pública marcada pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira, para esta terça-feira (6), às 13h30, no Plenário do Senado.

 

 

 

A sessão será interativa e todo cidadão interessado poderá enviar perguntas e considerações pelo portal E-Cidadania, no endereço: senado.leg.br/ecidadania, e pelo 0800-612211. As questões serão entregues ao presidente da sessão que fará o encaminhamento aos convidados.

 

 

 

 

Além dos ministros, outras seis autoridades participam do debate: o presidente da Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal, Edvandir Felix de Paiva; o presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio Lima; o secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, Dom Leonardo Ulrich Steiner; o conselheiro da Universidade Federal do Ceará e do Laboratório de Estudos da Violência, César Barreira; o presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, José Robalinho; e o secretário do Espírito Santo, Rodney Rocha Miranda.

 

 

 

 

Cada convidado terá de cinco a dez minutos para a fala inicial, em seguida, terá início o debate propriamente dito. Os senadores, segundo a ordem de inscrição, terão a palavra por cinco minutos para perguntas ou complementações. Para a resposta, os especialistas também terão cinco minutos.

 

 

 

 

A pauta da segurança pública, juntamente com a de microeconomia, foi eleita como prioridade pelo presidente do Senado na abertura dos trabalhos legislativos deste ano. Eunício Oliveira elegeu nove propostas para serem examinadas e entregues à sociedade como solução no combate à violência.

 

 

 

 

Entre elas, a instalação de bloqueadores de celulares em presídios, já aprovada no Senado e encaminhada à Câmara dos Deputados; e a criação de um sistema federal unificado de segurança pública, cujo anteprojeto está sendo preparado por uma comissão de especialistas chefiada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da Assessoria de Imprensa da Presidência do Senado