Brasil – Economia: Expo Revestir enfatiza importância das exportações

Expo Revestir enfatiza importância das exportações (Estande da Portobello no primeiro dia da feira) – Foto: Bruna Garcia/ANBA

 

O presidente da Expo Revestir, Antonio Carlos Kieling, afirmou que o Brasil não pode mais negligenciar as exportações. “As exportações não podem ser só uma válvula de escape para escoar produtos e estoque, têm que ser uma política de empresa, de país e dos segmentos de uma forma consistente”, enfatizou, durante a cerimônia de abertura do evento, na última terça-feira (13), no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

 

 

 

Kieling anunciou a renovação do Programa Setorial de Exportações, uma parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Congêneres (Anfacer) para ampliar as exportações do setor. O presidente da Apex, Roberto Jaguaribe, e o Presidente do Conselho da Anfacer, Heitor Ribeiro de Almeida Neto, assinaram o documento.

 

 

 

 

Jaguaribe disse que apesar de o Brasil estar saindo da recessão, não necessariamente este quadro positivo significa aumento das exportações. “Geralmente, quando há mais atividade econômica interna, as exportações costumam cair, e eu espero que isso não aconteça”, explicou.

 

 

 

 

 

Jaguaribe informou que no ano passado o projeto com a Anfacer exportou para 117 países, somando quase US$ 350 milhões exportados entre 53 empresas. “Esse número equivale a 95% das exportações do setor de cerâmicas no País.” Para o executivo, o Brasil tem enorme competência e produtos de alta qualidade no setor, mas para ampliar os negócios com o exterior é preciso melhorar a imagem da indústria brasileira e consolidar a marca nacional.

 

 

Mundo árabe

 

 

 

Algumas empresas expositoras já fazem negócios com o mundo árabe, como a Deca, que recentemente forneceu cubas e vasos sanitários para um projeto residencial em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, e tem uma distribuidora em Dubai.

 

 

 

Entre os expositores, a Deca, a Granos e a Angelgres são associadas à Câmara de Comércio Árabe Brasileira, que está também com um estande na feira. Estas duas últimas empresas vêm prospectando com países árabes, mas por enquanto não fecharam negócio.

 

 

 

A Portobello, outra grande marca do setor, tem negócios na Arábia Saudita, Catar, Omã, Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Síria, Iraque, Palestina, Jordânia e Líbano. “Já temos negócios em andamento em quase todos os países do Golfo, e estamos muito interessados em entrar no mercado do Kuwait, que estamos prospectando”, disse Sergio Rocha, gerente de exportação da marca.

 

 

 

Sobre a Expo Revestir, Rocha disse que teria conversas com clientes da Palestina, Omã, Emirados e Bahrein. “A maioria já é cliente nosso, já prospectados há algum tempo e vamos mantendo as parcerias; somente o comprador de Omã ainda não fechou negócio”, contou.

 

 

 

A Portobello atua com lojas, distribuidores e projetos nesses países, exportando pisos e paredes internas de cerâmica de médio e alto padrão, e participou de grandes empreendimentos como o Red Sea Mall, em Jeddah, na Arábia Saudita, o Ibn Battuta Mall, em Dubai, e o residencial do The Palm Jumeirah, também no emirado árabe. O mais novo é o Dubai Waterfront, projeto de canais e ilhas que abrigará hotéis de luxo e residências em Dubai e deve ser entregue até 2020.

 

 

 

Para o presidente da Câmara Árabe, Rubens Hannun, o mercado árabe tem um potencial imenso. “Os países árabes estão crescendo muito no setor de construção, pois muitos países estão construindo cidades novas, como o Egito, com a nova capital, e a Arábia Saudita, além da reconstrução do Iraque e da Síria”, afirmou. O diretor-geral da Expo Revestir, Maurício Borges, também ressaltou a importância dos negócios com os países árabes para as empresas participantes.

 

 

 

 

Ainda segundo Hannun, o estande da Câmara Árabe na feira tem o intuito de promover um intercâmbio de informações entre as empresas brasileiras e o mercado árabe, receber os compradores árabes e servir de ponto de apoio para os associados. “É uma ação institucional importante”, finalizou.

 

 

 

 

A feira

 

 

 

 

A Expo Revestir é a maior feira do segmento de cerâmicas para construção do Brasil e quarta maior no mundo. A mostra vai até sexta-feira (16), reunindo 240 expositores, entre eles 21 internacionais, com estimativa de receber 60 mil visitantes, sendo mais de 80 compradores internacionais.

 

 

 

Serviço

 

 

Expo Revestir
De 13 a 16 de março, das 10 às 19 horas
Transamerica Expo Center – Av. Dr. Mario Villas Boas Rodrigues, 387, São Paulo

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ANBA