Brasil – Economia: Enel investirá US$ 900 milhões na Eletropaulo

Enel investirá US$ 900 milhões na Eletropaulo

 

A Eletropaulo vai receber US$ 900 milhões em investimentos até 2021 para a melhora da qualidade da rede de energia paulista. A informação foi dada hoje (5), em entrevista coletiva, pelo presidente da Enel no Brasil, Carlo Zorzoli. A empresa italiana Enel adquiriu nesta segunda-feira (4) mais de 73,38% das ações da Eletropaulo.

 

 

 

“A Eletropaulo, na nossa opinião, nos últimos anos, não realizou os investimentos de que precisava”, disse Zorzoli. Ele estima elevação da média de investimentos de US$ 224 milhões, no período de 2015 a 2017, para US$ 300 milhões até 2021. A Eletropaulo atende à capital paulista e a 23 cidades da região metropolitana de São Paulo.

 

 

 

 

Carlo Zorzoli estima que o crescimento dos investimentos resultaria em baixo aumento de tarifas para o consumidor. “Os investimentos da Eletropaulo impactam só aqueles 20% [fatia relativa à distribuição de energia], e não a tarifa inteira. A hidrologia tem muito mais impacto que isso. O plano de investimento, ao longo do tempo, terá pequeno impacto.”

 

 

 

Digitalização da rede

 

 

 

Entre os planos de investimentos, estão a criação de aparatos digitais instalados na rede elétrica de forma a facilitar as operações e economizar o prazo logístico. Zorzoli ressaltou, porém, que o aterramento dos fios de energia implicaria custo muito elevado, o que precisaria ser discutido com a sociedade.

 

 

 

Outra medida, que ainda depende de aprovação do governo brasileiro, seria o uso de medidores eletrônicos para leitura do consumo de energia nas residências. Em uso na Europa, a tecnologia permite que o cliente controle os gastos por meio de aplicativo no celular.

 

 

 

Acionistas

 

 

 

A transação de venda da Eletropaulo será liquidada com pagamento de preço e transferência das ações na próxima quinta-feira (7). Os acionistas têm prazo até 4 de julho para vender suas ações remanescentes à Enel pelo mesmo valor da oferta (R$ 45,22 cada). De acordo com Zorzoli, ainda é cedo para definir se haverá fechamento de capital.

 

 

 

Com a compra, a Enel tornou-se a maior distribuidora de energia do país. O investimento total, com a oferta de ontem, somou R$ 5,55 bilhões. A companhia tem cerca de 167,3 milhões de ações em circulação.

 

 

 

A receita total da Eletropaulo foi de RS 13,17 bilhões em 2017, com 43 TWh de energia distribuída a 7,1 milhões de clientes

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da Agência Brasil