Brasil – Cultura: Brasil expressa a riqueza cultural de vários continentes

Brasil expressa a riqueza cultural de vários continentes

 

 

África, Europa e Ásia estão presentes nos costumes, nas palavras faladas, pratos, esportes, música e muito mais

 

A colonização no Brasil influenciou nas principais características que predominam no país: a diversidade e a riqueza cultural. Quando falamos de toda essa riqueza e acervo não possuímos a dimensão da influência de outras nacionalidades em cada canto do país, seja na arquitetura, expressões artísticas, comportamento social e principalmente na culinária trazida pelos imigrantes.

 

 

Muito além das riquezas naturais, no Brasil você pode encontrar facilmente a expressão dos seis continentes da terra, essa é mais uma das inúmeras razões que tornam nosso país encantador para turistas de todo o planeta.

 

 

 

É isso o que o Brasil realmente é: um povo formado a partir da miscigenação de várias raças. Se você ficou interessado em conhecer as principais influências na colonização do país, continue lendo para saber mais um pouco sobre a culinária, cultura, arte e estilo de vida deixado por imigrantes de várias partes do mundo e que predominam no dia a dia da população brasileira.

 

 

Europa espalhada por todo o Brasil

 

 

Portugal

O continente europeu está estampado na cultura brasileira. A imigração portuguesa no século XVIII trouxe uma série de transformações intrínsecas no Brasil como a religião católica, idioma e algumas comemorações dentre elas o carnaval e as típicas festas juninas.

O folclore disseminado pelos povos e transformado em livros pelo escritor Monteiro Lobato, também possui raiz portuguesa. Saci, lobisomem, cantigas de roda e contos são alguns rastros dessa cultura presente na grade escolar e apresentada às crianças desde a infância.

Na culinária portuguesa a tradicional bacalhoada é servida em vários restaurantes tradicionais, principalmente em São Paulo. Esses povos trouxeram frutas que no Brasil não eram comuns como a jaca e a manga. Na arte contribuíram na criação de movimentos importantes, como o barroco, rococó, renascimento e o neoclassicismo.

 

 

 

Espanha

Os espanhóis foram tão participativos na formação da plural cultura brasileira, quanto os portugueses. Desde a música, culinária e arte, a riqueza encontrada no país foi espalhando-se em várias partes do Brasil.

Como exemplo da influência da Espanha podemos começar pela culinária com os famosos churros, a aromática paella e o saboroso arroz a la cubana. Conhecida por canções alegres e muito expressivas como o flamengo, a cultura espanhola é admirada em várias partes do mundo.

Vinhos, massas e azeites são registros deixados pelo povo espanhol no Brasil. O país é referência na culinária e arte, obtendo um espaço aclamado em Recife como o Festival de Cinema Espanhol.

 

 

 

Itália

Os calorosos italianos também foram abraçados pelo Brasil nessa troca mútua de culturas e histórias. Tamanho é o carinho do povo italiano pelo Brasil e vice-versa. Riquíssimos culturalmente e de alma, os italianos trouxeram um pouco da paixão pela culinária, sobretudo das tradicionais massas.

Os imigrantes se concentraram principalmente nas regiões Sul e Sudeste do Brasil por volta de 1870. As influências italianas no Brasil estão presentes em comemorações feitas tradicionalmente todos os anos, como a Festa da Uva no Rio Grande do Sul, Festa de San Genaro, na Mooca em São Paulo e a Festa de São Vito, também em São Paulo na região do Brás.

As saborosas pizzas e embutidos populares, como o salame e a mortadela vieram da Itália. Com tanta semelhança, essa cultura é uma das mais próximas à identidade do povo brasileiro.

Comunicativos e calorosos, os italianos estão presentes em diversos hábitos do dia a dia, até mesmo no dialeto e pronúncia de certas palavras, como risoto, poltrona, pastel, maestro e outras que tiveram origem na Itália.

 

 

 

Alemanha

A cultura alemã é predominante na região Sul do Brasil e hoje podemos encontrar facilmente costumes que vieram desses povos. Presente na moda, culinária e arte, você sabia que os primeiros calçados comercializados no Brasil foram fabricados pelos alemães?

O hábito de usar calçados e estilizar esse item hoje imprescindível teve origem no Rio Grande do Sul e foi se espalhando por outros estados. Nas festividades a maior comemoração que ocorre todo ano é o Oktoberfest que teve origem em 1984 no país na cidade de Blumenau, mas também na cidade gaúcha de Santa Cruz do Sul.

Inúmeras tendas apresentam as variedades de cervejas para todos os gostos. A bebida mais aclamada do Brasil também teve origem na Alemanha.

 

 

 

Ásia

Os asiáticos são conhecidos por disseminarem influências de geração em geração que vai desde a culinária, arte, costumes e tradições milenares que se perpetuam ano após ano.

 

 

 

Japão

No Brasil, a colonização dos japoneses foi a que se destacou e tem forte repercussão no país. Por contemplar a disciplina e os bons hábitos, o Japão também deixa o seu legado na prática esportiva como judô, jiu-jitsu, taekwondo e outras modalidades.

A cultura nipônica também é muito predominante na culinária. No Brasil existem cerca de 3 mil restaurantes japoneses espalhados pelos estados.

Em São Paulo no bairro da Liberdade existem monumentos que remetem a cultura japonesa, assim como o comércio forte local que vende comidas típicas, além das feiras de artesanato. Esse é o espaço com maior concentração de aspectos do país fora do Japão.

 Na cidade de Mogi das Cruzes, em São Paulo, existe forte influência da cultura japonesa como o Parque Centenário da Imigração Japonesa.

 

 

 

China

A China também deixou sua marca na cultura brasileira. O país mais populoso do mundo atravessou o oceano e também fez história na colonização do Brasil.

Os chineses são riquíssimos culturalmente e admiram todas as formas e expressões da arte. As edificações em plataformas de pedra, por exemplo, é uma técnica comum que veio dos chineses.

Cuidadosos com o espírito e a alma, a China é repleta de lendas, encantamentos e práticas esportivas diferenciadas, como o Tai Chi Chuan. Os chineses são apaixonados pelas terras férteis do Brasil e trouxeram acervos como a fitoterapia e o poder das ervas seguidos pela Tradicional Medicina Chinesa.

 

 

 

Índia

Os indianos também influenciam a cultura brasileira. A terra rica e repleta de tradição trouxe os aromas, seja na culinária ou na perfumaria. Maquiagem, belos tecidos e túnicas enfeitam esses povos que inspiram em seu estilo e costume hábitos até hoje praticados por brasileiros.

O tempero açafrão muito usado na culinária indiana e nos pratos do oriente, as cores, artesanatos em joias e todas essas belezas são cultivadas por esses povos.

 

 

 

África: belezas que vão muito além da escravidão

Embora de forma triste, os povos africanos escravizados também deixaram um enorme legado para a cultura brasileira. Desde a culinária, religião, vestimenta e arte, os africanos sempre foram autênticos em suas expressões e costumes.

Religiões como candomblé e a umbanda são seguidas até hoje por milhares de brasileiros. Carajé, caruaru e vatapá são apenas alguns exemplos dos pratos típicos elaborados pelos africanos e que fazem parte da culinária, sobretudo na Bahia e sua capital Salvador.

Algumas palavras da língua portuguesa também passaram por influência da África, como batucar, cochilar, caçula e xingar. Não só no Brasil, a África possui um legado cultural muito rico que inspira artistas nos quatro cantos do globo.

E assim fomos formados. Hoje somos mais de 200 milhões de portugueses, espanhóis, alemães, italianos, japoneses, chineses, africanos e tantas outros povos que forjaram nossa cultura e nos transformaram em um dos povos mais alegres do planeta.