Amparo: Morte de macaco com febre amarela em Amparo fará com que a população seja vacinada.

Amparo fez uma ação de nebulização na área rural após confirmação da morte de macaco por febre amarela (Foto: Prefeitura de Amparo)

 

 

Após a confirmação da morte de um macaco em consequência da febre amarela no Bairro dos Rosas em Amparo, a prefeitura daquela cidade emitiu uma nota de esclarecimento para tranquilizar a população, informar sobre as etapas da vacinação e solicitar que não matem os macacos pois estes servem como um indicador importante para o combate a doença. Confira a íntegra da nota abaixo.

 

 

 
NOTA DE ESCLARECIMENTO DA SECRETARIA DE SAÚDE SOBRE A VACINAÇÃO CONTRA A FEBRE AMARELA NA CIDADE DE AMPARO

 

 

 

 

A Secretaria de Saúde do município de Amparo informa que na atual semana a cidade de Amparo possuía 160 doses de vacina contra a febre amarela, quantidade esta que se enquadra na demanda do município. A cidade de Amparo nunca foi partícipe de região endêmica para a febre amarela e, portanto, a vacinação não era obrigatória. O Grupo de Vigilância Epidemiológica de Campinas da SES-SP garantiu que o município todo será vacinado, porém as vacinas para tal ação macroambiental estarão disponíveis no mês de Abril, de modo que tais medicamentos são enviados via Ministério da Saúde.

 

 

 

 

As primeiras pessoas a serem vacinadas serão os moradores das áreas rurais, começando pelo Bairro dos Rosas, Boa Vereda e Areia Branca; a vacinação das áreas rurais será feita casa por casa, para garantir que 100% das pessoas tomem a vacina. Não será necessário ir à Unidade de Saúde. A vacinação ocorrerá no município todo, mas será realizada por etapas que serão divulgadas em breve.

 

 

 

 

 

AÇÕES PREVENTIVAS CONTRA A FEBRE AMARELA SÃO TOMADAS PELA SECRETARIA DE SAÚDE DE AMPARO:

 

 

 

 

Atendendo solicitação da Secretaria Municipal de Saúde de Amparo, a Superintendência de Controle de Endemias – SUCEN – criada em 1975 e vinculada à Secretaria da Saúde do estado de São Paulo, esteve em Amparo, mais precisamente no Bairro dos Rosas, colocando armadilhas para capturar mosquitos e dentre os capturados pesquisar a existência da espécie Haemagogus (mosquito transmissor da febre amarela silvestre).

 

 

 

 

 
Esse trabalho teve início após a confirmação da morte de um macaco em consequência da febre amarela naquela área. O resultado chegou ao município em 16 de março de 2017. Os corpos de outros cinco macacos encontrados sem vida no município já foram encaminhados para exames no Instituto Adolf Lutz e aguardam laudos.

 

 

 

 

Ainda nessa etapa, haverá a nebulização de ambiente (operação fumacê) em todas as casas do Bairro dos Rosas. Segundo Maria Silvia Bergo Guerra, Secretária Municipal de Saúde, na sexta-feira os agentes ambientais de Amparo estiveram no Bairro dos Rosas procurando larvas do mosquito transmissor da Febre Amarela e nenhuma foi encontrada. A Secretária esclarece que esta medida é preventiva e que visa orientar outras ações para o controle das doenças transmitidas por vetores e seus hospedeiros intermediários.

 

 

 

 
Na segunda-feira teve início a vacinação dos profissionais de Saúde que ainda não se encontram imunizados para que possam, ao depois, trabalhar na ação de vacinação dos moradores do Bairro dos Rosas, Boa Vereda e Areia Branca, prevista para o próximo dia primeiro do mês de abril. O passo seguinte será a vacinação de todos os moradores de Amparo, início esse condicionado à liberação das vacinas já solicitadas ao Ministério da Saúde.

 

 

 

 

Recomenda-se que os macacos não sejam sacrificados indiscriminadamente pela população eis que a morte desses animais é considerada “Evento Sentinela” e servem para alertar as autoridades e o povo em geral sobre a presença da doença na área dando, assim, o start para as medidas que precisam e serão imediatamente adotadas. Aliás, ao encontrar macacos mortos e/ou agonizando, a população deve entrar em contato com a Vigilância Epidemiológica para o recolhimento desses animais e averiguação da causa mortis através de exames do Instituto Adolf Lutz.

 

 

 

 

 

O prefeito Luiz Oscar Vitale Jacob determinou à Secretária Municipal de Saúde que implemente, com urgência, todas as ações possíveis para preservar a saúde da população amparense: “o importante é manter a população bem informada, com absoluta transparência, sobre as medidas efetivas que já foram tomadas, que estamos tomando e que tomaremos eis que, só assim, deixaremos a população alerta, consciente, tranquila e protegida da Febre Amarela que, felizmente, não foi detectada em pessoas do nosso município”.

 

 

 

 

*Febre Amarela – A prevenção é crucial, de extrema importância. Elimine os criadouros em potencial da sua casa e propriedade rural.

 

 

 

 
Da Redação com informações da Prefeitura Municipal de Amparo