Internacional: Theresa May confirma que autor de ataque é britânico

Theresa May confirma que autor de ataque é britânico

 

 


A polícia britânica prendeu sete pessoas após o atentado terrorista cometido na quarta-feira (22) perto do Parlamento em Londres, o qual deixou quatro mortos e 40 feridos.

 

 

 
As detenções ocorreram em várias regiões do Reino Unido.

 

 

 
O agressor atropelou por volta das 11h locais de ontem dezenas de pessoas na ponte de Westminster com um carro Hyundai i40, antes de esfaquear um policial. O homem foi morto pelos agentes de segurança no local do ataque e o governo mantém sob sigilo sua identidade para não comprometer as investigações.

 

 

 

Em uma das operações de busca, uma equipe fez uma batida na cidade de Birmingham, a cerca de 80 quilômetros de Londres, isolando algumas ruas durante horas. Ao menos três pessoas teriam sido detidas no município, de acordo com fontes locais, e um veículo do mesmo modelo do usado no atentado fora visto na região. Jornais ingleses comentam a possibilidade do autor do ataque ser de Birmingham.

 

 

 

 
A Scotland Yard reafirmou que o atentado foi “inspirado no terrorismo internacional” e que, provavelmente, o autor do ataque agiu sozinho. As sete pessoas detidas não seriam cúmplices, mas sim, apoiadores do extremismo islâmico no Reino Unido.

 

 

 

 

 
A primeira-ministra britânica, Theresa May, confirmou na quinta-feira (23) que o autor do atentado terrorista em Londres nasceu no Reino Unido e já tinha sido monitorado pelos serviços de inteligência por atividades extremistas islâmicas.

 

 

 

 
Da Redação com informações da ANSA