Internacional – Tecnologia: Uber se une a Nasa para ter táxis voadores em 2020

Testes de novo veículo serão realizados na cidade de Los Angeles

 

O serviço de aplicativo de transporte Uber fechou uma parceria com a Nasa, a agência espacial norte-americana, para criar uma sistema de controle aéreo para uma “frota” de táxis voadores, informou o diretor de produtos, Jeff Holden, nesta quarta-feira (8).

 

 

Holden, que está no Web Summit de Lisboa, em Portugal, afirmou que os primeiros voos de teste serão realizados em Los Angeles, já em 2020.

 

 

 

O projeto “Elevate” prevê a criação de uma rede de pequenos veículos elétricos, com decolagem e aterrissagem vertical, que transportem até quatro pessoas em áreas urbanas densamente habitadas. E, uma das principais características do Uber, os preços competitivos, estará presente.

 

 

 

A empresa estima que uma corrida 100% elétrica efetuada a cerca de 300km/h nos céus de Los Angeles poderá competir, em preço, com o mesmo percurso feito pelo UberX – o mais barato dos serviços oferecidos pelo app.

 

 

 

Ainda na cidade norte-americana, por exemplo, uma viagem entre o aeroporto de LA e o Staples Center, no horário de pico, poderá ser reduzida dos atuais 1h20 para menos de 30 minutos.

 

 

O diretor ainda destacou que prevê que o UberAIR esteja plenamente disponível nos Jogos Olímpicos de Los Angeles de 2028.

 

 

“UberAIR fará diariamente muito mais voos sobre a cidade como jamais ocorreu. Para que isso ocorra de maneira segura e eficiente, é preciso uma mudança radical das tecnologias para a gestão do espaço aéreo. A união de conhecimento de software do Uber e a experiência de engenharia da Nasa na questão aérea para enfrentar esse cenário representa um passo fundamental para o desenvolvimento do Uber Elevate”, destacou Holden.

 

 

Da Redação com informações provenientes da ANSA