Internacional – Tailândia: Mundo respira aliviado após resgate dos jovens jogadores de futebol da caverna de Tham Luang na Tailândia.

Mundo respira aliviado após resgate dos jovens jogadores de futebol da caverna de Tham Luang na Tailândia. - Foto: Marinha da Tailândia
Mundo respira aliviado após resgate dos jovens jogadores de futebol da caverna de Tham Luang na Tailândia. – Foto: Marinha da Tailândia

As autoridades da Tailândia concluíram nesta terça-feira (10) o resgate dos 12 jovens e do treinador de futebol que estavam presos desde 23 de junho em uma caverna de Tham Luang. O último a sair da caverna foi o treinador Ekkapong Chantawong, de 25 anos. Eles estavam há 17 dias dentro da caverna, pois haviam ficado presos no local devido às inundações causadas pelas chuvas de monções na Tailândia.

 

 

O time de futebol integrado por 12 meninos com idades entre 11 e 16 anos, e seu jovem técnico, passaram nove dias nas profundidades da caverna até que dois mergulhadores britânicos localizaram o grupo na segunda-feira passada. Abatidos, eles estavam sobre uma rocha a mais de quatro quilômetros da entrada da gruta.

 

 

 

Um ex-mergulhador da Marinha tailandesa morreu durante os trabalhos de preparação do resgate, o que demonstra a complexidade da missão.

 

 

 

 

A complexa operação de resgate começou no domingo (8), graças ao trabalho de mergulhadores experientes que guiaram os meninos ao longo de um caminho tortuoso, com trechos inundados e passagens muito estreitas.

 

 

 

Após a localização, as equipes de resgate examinaram todas as soluções possíveis, desde a perfuração de túneis nas montanhas até a possibilidade, descartada, de aguardar por várias semanas pelo fim da temporada de monção. Com a ameaça de mais chuva e o nível reduzido de oxigênio na galeria em que o grupo encontrou refúgio, as autoridades decidiram no domingo iniciar o resgate – mesmo com trechos de mergulho – depois de considerar que as condições eram ideais.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ANSA, Sapo, RFI