Internacional: “Policial herói” da França se casou no religioso pouco antes de morrer na UTI

Arnaud Beltrame, “Policial herói” da França se casou no religioso pouco antes de morrer na UTI

 

O tenente-coronel Arnaud Beltrame, uma das quatro vítimas do duplo atentado da última sexta-feira (23) em Carcassonne e Trèbes, no sul da França, se casou com sua companheira pouco antes de morrer.

 

 

 

Beltrame havia se oferecido para trocar de lugar com uma das reféns do terrorista franco-marroquino Radouane Lakdim, que estava barricado em um supermercado em Trèbes. No entanto, acabou sendo gravemente ferido e morreu na manhã deste sábado (24), no hospital de Carcassonne.

 

 

 

 

Quando já se sabia que o tenente-coronel estava em seus últimos momentos de vida, o padre Jean-Baptiste, que conhecia bem o policial, foi chamado às pressas ao hospital para celebrar seu matrimônio religioso com sua companheira, Marielle.

 

 

 

 

Os dois já eram casados no civil, e a cerimônia na igreja estava marcada para o início de junho. “Dei a ele o sacramento do matrimônio e o da extrema-unção”, disse o padre, após passar uma hora ao lado do leito de Beltrame na UTI.

 

 

 

 

Além do tenente-coronel, Lakdim matou outras três pessoas, sendo duas em Trèbes e uma em Carcassonne. O ataque foi reivindicado pelo Estado Islâmico (EI).

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ANSA