Internacional: Nasser al-Wahishi o número dois da Al-Qaida foi morto por um “drone” norte-americano

Nasser al-Wahishi - reprodução internet
Nasser al-Wahishi – reprodução internet

 

 

O número dois da Al-Qaida, Nasser al-Wahishi, e líder do braço armado da organização na Península Arábica, o Aqpa, foi eliminado, no Iémen, na semana passada por um “drone” militar dos Estados Unidos da América.

 

 

A informação foi confirmada, esta terça-feira, pela organização terrorista através de um vídeo, publicado na internet, do Al-Malahem, o serviço de propaganda dos jihadista.

 

 

 

A Al-Qaida nomeou já Qasim Al-Raym como sucessor Nasser al-Wahishi.

 

 

 

De acordo com um responsável iemenita, o número dois da Al-Qaida, terá morrido durante um ataque a Mukalla, um bastião da organização terrorista, no sudeste do Iémen. O corpo estará numa morgue guardado pelos militantes do Aqpa.

 

 

 

O braço armado da Al-Qaida reivindicou a autoria do atentado ao jornal satírico francês, Charlie Hebdo, em Paris, no início de janeiro, que matou 12 pessoas e feriu 11.

 

 

 

O Aqpa está, ainda, na origem de várias tentativas de ataque aos Estados Unidos da América. Em outubro de 2014, Washington ofereceu uma recompensa de 45 milhões de dólares pela captura de oito dirigentes do grupo, incluindo o líder Nasser al-Wahishi.

 

 

 

 

 

Fonte: Da Redação com informações provenientes de Agências de Notícias Nacionais e Internacionais, da Euronews