Internacional: Michael Kors compra grupo Versace por U$ 2 bilhões

Grife Versace pode ser vendida por US$ 2 bilhões
Grife Versace pode ser vendida por US$ 2 bilhões

 

 

A grife Michael Kors anunciou nesta terça-feira (25) ter selado um acordo definitivo para a compra de todas as ações do grupo Gianni Versace Spa por U$2,12 bilhões. A aquisição faz parte de um plano da norte-americana para se transformar em um conglomerado de marcas de luxo. Há um ano, a empresa comprou a fabricante de sapatos Jimmy Choo por U$1,2 bilhão.

 

 

Na transação, a família Versace receberá 150 milhões de euros do preço de aquisição em ações da Capri Holdings Limited, novo nome que será adotado pela Michael Kors Holdings Limited, ao fim da venda. Essa mudança se deu em inspiração à “legendária ilha que foi por muito tempo reconhecida como destino icônico, de glamour e luxo”, explicou a empresa.

 

 

 

 

 

“Santo, Allegra e eu temos consciência de que esse próximo passo permitirá a Versace de alcançar o seu completo potencial”, declarou Donatella Versace. “Estamos todos muito animados de nos unir ao grupo guiado por John Idol, que sempre admirei como um líder visionário, forte e apaixonado”, adicionou a estilista.

 

 

 

A Versace foi fundada por Gianni Versace, assassinado em 1997 por um serial killer nos Estados Unidos. A grife era controlada, até hoje, pela holding Givi, dividida entre o presidente Santo Versace (30%), a diretora criativa Donatella Versace (20%) e sua filha Allegra Versace (50%). A família, que sempre presidiu a empresa, deve continuar à frente de decisões importantes

 

 

 

 

 

Da Redação com informações provenientes da ANSA