Internacional: Fórum da FAO debate a erradicação da fome até 2030

Comitê Mundial sobre Segurança Alimentar reunido em Roma. Foto: FAO/Giulio Napolitano
Comitê Mundial sobre Segurança Alimentar reunido em Roma. Foto: FAO/Giulio Napolitano

 

 

 

O Comitê Mundial sobre Segurança Alimentar debate essa semana na sede da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, FAO, em Roma, como erradicar a fome até 2030.

 

O encontro, que vai até sexta-feira, é a primeira reunião internacional depois da aprovação da Agenda 2030 sobre o Desenvolvimento Sustentável em setembro.

 

 

 

Data Marcada

 
O diretor-geral da agência da ONU, José Graziano da Silva, disse que “agora o mundo tem data marcada para acabar com a fome, para alcançar a segurança alimentar e para pôr fim à desnutrição em todas as suas formas”.

 

 

 

Graziano da Silva deixou claro que “não tem qualquer dúvida de que esta pode se tornar a geração Fome Zero”.

 
O comitê é um órgão intergovernamental que serve de fórum para a revisão e o acompanhamento das políticas para o setor. Ele também dá oportunidade aos participantes da sociedade civil e do setor privado para que manifestem suas ideias em relação às políticas adotadas.

 

 

 

Acordo Voluntário

 

 

 

Além de Graziano da Silva, participam do encontro a diretora-executiva do Programa Mundial de Alimentos, Ertharin Cousin, e o presidente do Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola, Ifad, Kanayo Nwanze.

 

 

 

Os participantes do evento vão discutir ainda segurança em relação à água e alimentos como também nutrição.

 

 

O Comitê deve aprovar um acordo voluntário de Ação para Segurança Alimentar e Nutrição em Crises

 

 
Prolongadas.

 

 

 

O objetivo é garantir que os esforços de desenvolvimento e humanitários estejam integrados em regiões que enfrentam crises de longa duração.

 

 

 

 

Da Redação com informações da Rádio ONU de Nova York