Internacional – Economia: Fiat Chrysler Automobiles desiste da fusão com a Renault

Fiat Chrysler Automobiles

 

A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) divulgou nesta quarta-feira (5) um comunicado no qual anuncia sua desistência da fusão com a Renault após o conselho de administração da empresa adiar sua decisão sobre a proposta a pedido do governo da França.

 

 

A decisão sobre a parceria, que criaria a terceira maior empresa mundial do setor, avaliada em US$35 bilhões, já havia sido adiada desde a última terça-feira (4), quando foi realizada a primeira reunião na Renault. Segundo nota da companhia francesa, o conselho foi “incapaz de tomar uma decisão devido ao pedido de representantes do governo francês para adiar a votação para uma reunião posterior”. Há relatos de que o governo francês, dono de 15% da Renault, queria consultar a Nissan, que tem uma aliança automotiva com o grupo.

 

 

Os dois representantes da companhia asiática chegaram a sinalizar uma abstenção na votação, o que levantou dúvidas sobre o interesse da Nissan em manter a parceria.

 

 

O objetivo da proposta era que FCA e Renault tivessem participação igual na companhia resultante e que as ações fossem cotadas em Milão, Nova York e Paris. A empresa ítalo-americana, por sua vez, afirma que o acordo “tinha termos cuidadosamente equilibrados para oferecer benefícios substanciais a todas as partes”. Mas a Nissan recusou a ideia.

 

Além disso, a FCA ressaltou que “as condições políticas do governo francês não existem atualmente” para que a fusão seja bem-sucedida. Após a desistência do acordo, os papéis da FCA caíram em -3,71% no pregão em Wall Street.

 

 

Da Redação com informações provenientes da Ansa.