Internacional: China em breve será um dos principais líderes mundiais na energia nuclear

 China em breve será um dos principais líderes mundiais na energia nuclear
China em breve será um dos principais líderes mundiais na energia nuclear

 

 

Georgui Tikhomirov, especialista da Faculdade Físico-Técnica da Universidade russa de Investigação Nuclear, adstrita ao Instituto MIFI, afirma que a China em breve será um dos principais líderes mundiais do setor da energia nuclear.

 

 

Em Moscou teve início o Atomexpo 2015, um dos maiores fóruns mundiais na área da energia nuclear.

 

 

 

Representantes de organizações internacionais, nacionais e não-governamentais, empresas russas e de outros países, bem como os principais especialistas do setor estão em Moscou para participar em um congresso e exposição especializada. Este ano, o tema do fórum é: “Energia Nuclear – Impulso ao Desenvolvimento Sócioeconômico”.

 

 

 

“Cada país faz a sua escolha no que toca ao futuro da energia nuclear. Há países que estão desenvolvendo o setor porque acreditam nesta tecnologia e consideram que não têm outras fontes de energia. Por exemplo, a China. Acredito que a China em breve fará parte da troika de líderes na energia nuclear. Daqui a alguns anos, muito provavelmente, ocupará o segundo ou até o primeiro lugar. Isto porque a China tem planos muito ambiciosos de construção de usinas nucleares”, diz o decano da Faculdade Físico-Técnica da Universidade de Investigação Nuclear adstrita ao Instituto MIFI, Georgui Tikhomirov.

 

 

 

“A Rússia faz parte dos países que acreditam na energia nuclear e desenvolvem este setor não só internamente mas também em outros países, exportando tecnologias nucleares, o que é um bom negócio”, acrescenta Georgui Tikhomirov.

 

 

 
Fonte: Da Redação com informações provenientes de Agências Nacionais e Internacionais e da sputinick.com