Internacional: Brasileiros ganham concurso de redação da ONU e vão a Nova York para fórum global

Brasileiros ganham concurso de redação da ONU e vão a Nova York para fórum global
Brasileiros ganham concurso de redação da ONU e vão a Nova York para fórum global

 

Quatro universitários do Sul e Nordeste do Brasil estão entre os 60 ganhadores de um concurso de redação das Nações Unidas sobre cidadania e multilinguismo. Eles e os outros vencedores visitarão a Assembleia Geral da ONU na próxima sexta-feira (29) para participar como delegados do Fórum Global da Juventude.

 

 

 

Organizada pelo Impacto Acadêmico das Nações Unidas, a premiação — denominada “Muitas Línguas, Um Mundo” — recebeu inscrições de mais de 3,6 mil estudantes universitários de 130 países e 2,5 mil centros de ensino.

 

 

 

 

Para participar do concurso, os candidatos tiveram de escrever um ensaio sobre cidadania global, entendimento cultural e o papel que habilidades multilíngues podem desempenhar na promoção destes.

 

 

 

 

O texto devia ser escrito em uma das línguas oficiais da ONU — Inglês, Francês, Espanhol, Russo, Árabe e Mandarim —, mas a língua escolhida não podia ser nem a língua materna, nem a língua principal da educação formal dos alunos que quisessem concorrer.

 

 

 

 

 

Após enviar a redação, cuja produção era apenas a primeira etapa do concurso, os autores dos melhores textos tiveram de se submeter a um exame oral realizado por Skype. A seleção final escolheu 10 vencedores para cada língua oficial das Nações Unidas e garantiu a paridade de gênero — foram indicados 30 homens e 30 mulheres.

 

 

 

Oriundos de 36 países e 54 universidades, os 60 ganhadores terão a chance de participar do Fórum Global da Juventude, na sede da ONU, em Nova York, onde debaterão a importância do multilinguismo para o cumprimento da nova Agenda 2030 das Nações Unidas.

 

 

 

 

As despesas da viagem — passagens aéreas, acomodação e refeições — serão cobertas pela empresa ELS Educational Services Inc, parceira da iniciativa.

 

 

 

O Fórum Global começa às 11h da próxima sexta-feira (29) e será transmitido ao vivo pela internet. Acompanhe por aqui.

 

 

 

Conheça os vencedores brasileiros

 

 

 

Ellen da Silva

A paranaense Ellen da Silva é a primeira pessoa de sua família a aprender uma língua estrangeira — no caso, o espanhol. A jovem reside atualmente na capital federal, onde estuda psicologia e também faz mestrado em Ciências Sociais na Universidade de Brasília. Seu projeto de pesquisa investiga a trajetória das mulheres em organismos legislativos do Brasil e da Costa Rica. Para o futuro, Ellen pensa em trabalhar com questões de gênero em projetos de escala global.

 

 

 

Leonardo Alves

Leonardo mora em Santa Cruz do Sul, onde estuda Relações Internacionais. Ele venceu o concurso da ONU com uma redação escrita em espanhol. Na faculdade, o estudante desenvolve pesquisas sobre a imigração haitiana para o Rio Grande do Sul. Ele sonha em trabalhar para organizações humanitárias, como as Nações Unidas.

 

 

 

 

Jose Ildo de Oliveira Junior

Jose Ildo é um autodidata que fala cinco línguas estrangeiras: inglês, francês, espanhol, alemão e italiano. Para a redação do concurso “Muitas Línguas, Um Mundo”, ele escolheu o francês. Nascido em Ribeirópolis, o universitário, também estudante de Relações Internacionais, reside atualmente em Aracaju, onde frequenta a Universidade Federal de Sergipe.

 

 

 

 

Tom Claudino dos Santos

Nascido em Ibirama, interior de Santa Catarina, Tom já viveu em Balneário Camboriú e, hoje, mora em Florianópolis, onde faz mestrado em Relações Internacionais. Ele escreveu a redação do concurso em inglês — língua estrangeira cujo aprendizado o ajudou a “definir quem ele é”. Seu sonho é ser professor universitário de Relações Internacionais para transmitir conhecimento aos outros e contribuir para a construção de um mundo mais igualitário.

 

 

 

 

 
Da Redação com informações provenientes da ONU