Internacional: Ativista russa é atacada com ácido e fica cega

Ativista russa é atacada com ácido e fica cega

 

 

Uma ativista do partido liberal russo Yabloko foi agredida nesta sexta-feira (28) em Moscou com uma substância química espirrada em seu rosto e perdeu a visão, informou Serghei Mitrokhin, secretário da sigla, em sua conta no Twitter. Natalia Fiodorova foi atacada a “10 metros de sua casa, muito provavelmente por sua ligação à atividade pública”, afirmou o site do Yabloko em um comunicado.

 

 

 

 
A ativista, professora de literatura russa, é conhecida por sua “luta implacável contra construtoras mais rígidas” no distrito Cheryomushki, no sudoeste de Moscou, onde reside e por fazer diversas críticas sobre a política habitacional da cidade.

 

 

 

 

 
Além disso, Fiodorova é também presidente do conselho comunal de seu prédio e estava lutando contra um plano lançado recentemente pelo governo que inclui a remoção de oito mil imóveis da capital russa.

 

 

 

 

 

Da Redação com informações da ANSA