Internacional: Após ficar cinco dias soterrado um jovem é retirado vivo dos escombros no Nepal.

Pema Lama, adolescente nepalês de 15 anos retirado com vida após cinco dias sob os escombros, em Katmandu, nesta quinta-feira, 30 de abril de 2015. REUTERS/Adnan Abidi
Pema Lama, adolescente nepalês de 15 anos retirado com vida após cinco dias sob os escombros, em Katmandu, nesta quinta-feira, 30 de abril de 2015.
REUTERS/Adnan Abidi

 

 

Um adolescente de 15 anos foi resgatado vivo depois de passar cinco dias soterrado nas ruínas de Katmandu. O salvamento foi muito celebrado, em um dos raros momentos de alegria vivido pelas equipes de resgate, que já estão se habituando a encontrar apenas corpos sem vida.

 

O jovem nepalês, Pema Lama, foi encontrado sob as ruínas do hotel Hilton da capital do Nepal. Ele estava coberto de lama e inconsciente quando a equipe de socorro o retirou dos escombros.

 

 

 

Sob comemorações de uma multidão no local, Pema foi levado pela equipe a uma ambulância. O socorrista que o encontrou foi muito felicitado.

 

 

Sobreviventes

 

 

O salvamento do garoto reacende as esperanças de que ainda haja muitos sobreviventes sob os escombros. O governo nepalês já havia indicado que a quantidade de mortos poderia aumentar vertiginosamente com o passar dos dias e que o número poderá chegar a 10 mil vítimas fatais.

 

 

Em algumas cidades no interior do país, a ajuda humanitária ainda não conseguiu chegar. Em outras, acessíveis apenas a pé, os voluntários estão apenas começando o trabalho de busca e assistência.

 

 

Nesta manhã, um novo balanço oficial informou que o número de mortos é de 5.489 e há cerca de 11 mil feridos.

 

 

A população nepalesa critica a falta de organização do governo local, principalmente na ineficiência para retomar o transporte da cidade. Ontem, policiais e civis se enfrentaram na principal estação rodoviária de Katmandu. A população se revoltou ao descobrir que o número de ônibus que o governo havia prometido para que os nepaleses pudessem deixar a capital estava muito aquém das expectativas.

 

 

Franceses resgatados

 

 

Os primeiros 206 franceses resgatados no Nepal chegaram nesta manhã ao aeroporto Charles de Gaulle em Paris, em um AirBus A350 fretado pelo exército. Entre eles estavam cinco bebês e duas crianças.

 

 

Vinte e seis pessoas apresentavam algum tipo de ferimento. Dois estavam em estado grave e foram encaminhados imediatamente para hospitais da região. A maioria era de franceses, mas também há alemães, italianos, suíços e turcos.

 

 

O grupo foi recebido pelo ministro das Relações Exteriores Laurent Fabius, que também confirmou a morte de um terceiro cidadão francês em decorrência do terremoto.

 

 

Da Redação com informações de Agências Internacionais e da RFI