Universíade de Verão 2019 – Nápoles: Vitória no vôlei feminino fecha segundo dia do Brasil na Universíade

Universíade

 

O segundo dia de competições da Universíade 2019, nesta sexta-feira (05.07), em Napóles, na Itália, não trouxe medalhas para o Brasil, mas terminou com uma incontestável vitória do time feminino de vôlei sobre a China. Em sua estreia no torneio, a Seleção venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/18, 25/19 e 28/26. O Brasil volta a entrar em quadra neste sábado (06.07), para enfrentar a Alemanha a partir das 15h. Pelo Grupo B, a seleção ainda enfrenta a Ucrânia, em partida marcada para domingo (07.07), às 12h30.

 

 

Outras duas seleções brasileiras também estrearam nesta sexta. A primeira foi a de vôlei masculino, que enfrentou a Polônia e não conseguiu se impor, perdendo por 3 sets a 0. Agora, a equipe vai tentar se recuperar diante do Canadá, em jogo marcado para este sábado, às 12h30. Depois, ainda enfrenta Irã e França em busca de uma vaga na segunda fase.

 

 

No futebol masculino, o Brasil fez uma boa estreia diante da França, no Estádio Marcello Torre, em Pagani. Antes de o time entrar em campo, o secretário de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, Washington Cerqueira, fez questão de ir ao vestiário para apoiar os jogadores.

 

 

“É claro que estreia é normal ficar um pouco nervoso, com ansiedade, mas nós temos nossa qualidade, nossa técnica. Se vocês estão aqui, é porque vocês têm condição para chegar. Tem que mostrar garra, respeitar os adversários, mas ir para cima deles. Primeiro é Brasil sempre, depois é o resto. Eu confio em vocês, assim como todos os brasileiros confiam em vocês”, disse Washington aos atletas brasileiros.

 

 

A força deu certo e o Brasil entrou bastante ligado em campo, abrindo o placar logo no começo da partida, com Gustavo Caetano. O time verde e amarelo dominou o primeiro tempo e teve chances de ampliar o placar, mas acabou indo para o intervalo com a vantagem mínima. No segundo tempo, no entanto, a Seleção Brasileira sentiu o forte calor e cansou, deixando os franceses empatarem. A próxima partida é diante da África do Sul, no domingo, às 13h. As três seleções disputam duas vagas para as quartas de final.

 

 

Judô e natação

 

 

Nas modalidades individuais, o Brasil chegou perto, mas acabou sem medalhas ao fim do dia. No judô, modalidade responsável pela primeira medalha do Brasil na Universíade 2019 – um bronze com Gustavo Assis -, quem chegou mais longe foi a lutadora Ketelyn Nascimento, na categoria até 57kg. Ela venceu suas três primeiras lutas e chegou até a semifinal, mas acabou perdendo. Depois, na disputa pelo bronze, foi novamente derrotada.

 

 

A natação, que na quinta-feira viu a equipe do revezamento 4 x 100m masculino ganhar a prata, nesta sexta não subiu ao pódio. Nos 100m peito, Jhennifer da Conceição conseguiu uma vaga para a final, que será disputada neste sábado.

 

Time Brasil na Universíade de Verão 

Da Redação com informações de Mateus Baeta, de Nápoles, na Itália – rededoesporte.gov.br